')
 
Menu   

Opinião

João Fraga
Serviço Nacional de Saúde: o “arco-íris” do recibo verde

Não obstante esta prática já remonte ao anterior Governo, o actual, logo a partir de 2011, instituiu, no Serviço Nacional de Saúde (SNS), uma prática de externalização dos serviços públicos de saúde, mediante opção pelo modelo de contratação de “prestação de serviço” “à hora”. Que, como outras medidas chamadas de “extraordinárias”, tende a tornar-se regra, ordinária, mau grado o argumento de ser “excepcional”.

João Fraga
Lições de “recuperação” da economia

Não ouvimos outra coisa que governantes e doutos “especialistas” empolgando, professoralmente, os “sinais” de “sucesso”, de “milagre”, de “recuperação da economia”. Estes “professores” da “economia” que, nestes “tempos da finança”, se ensina nas “escolas de negócios” situadas nos top ten (ou, pelo menos, nos top twenty) dos rankings do Finantial Times, de certeza que nunca leram O Livro dos Conselhos, do rei D. Duarte.

Colaboradores, última actividade

    Há coisas estranhas e surpreendentes. Ainda que o ser humano seja criativo, há procedimentos básicos de controlo interno das organizações que servem para coartar muitas das putativas más intenções de um dirigente sem escrúpulos. Ora vejamos, nas instituições em que assumo responsabilidades, para que seja efetuado qualquer pagamento, ou seja, saída de dinheiro, […]

12 de Dezembro, 2017

    Duas breves notas. I. Decorreu ontem a eleição para a presidência da Assembleia Intermunicipal da CIM Viseu Dão Lafões, que tinha sido suspensa para regularização da votação dos representantes por Mangualde. De um lado estava pelo PS Rui Santos, de Viseu, estando pelo PSD João Vale de Andrade, de Vouzela. A vitória foi […]

12 de Dezembro, 2017

    O Eurogrupo, órgão informal de ministros das finanças da zona euro, elegeu, na passada segunda-feira, Mário Centeno como o terceiro presidente da sua história. Uma escolha que prestigia e dá credibilidade e respeitabilidade ao ministro das Finanças e a Portugal. É uma vitória política do Governo e da sua diplomacia. Se nesta eleição […]

11 de Dezembro, 2017

  …aquelas onde o uso e o abuso da coisa pública não é tentadora prática. Hoje, cada vez mais e face às ocorrências, quando vemos excesso de “missionarismo” no exercício de cargos que e à partida deveriam ser desempenhados pro bono e norteados por princípios fulcrais de filantropia e de solidariedade, ficamos de pé atrás, […]

11 de Dezembro, 2017