GNR e PSP detiveram 142 pessoas e encerraram 354 estabelecimentos

A GNR e a PSP detiveram até às 17:00 de hoje 142 pessoas por crime de desobediência e encerraram 354 estabelecimentos por incumprimento das normas do estado de emergência devido à pandemia, anunciou a tutela.

Texto Rua Direita Fotografia Direitos Reservados (DR)

Tópico(s) Artigo

  • 21:43 | Terça-feira, 14 de Abril de 2020
  • Ler em < 1 minuto

Segundo uma nota do Ministério da Administração Interna (MAI), dando cumprimento às normas que renovaram o estado de emergência, a 03 de abril, foram detidas 142 pessoas por crime de desobediência, das quais 31 por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 66 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, nove por desobediência de interdição de circulação fora do concelho no período da Páscoa, 13 por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, nove por resistência e 14 por violação da cerca sanitária de Ovar.

No mesmo período, foram encerrados 354 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas, informa o MAI.

Estes números juntam-se aos verificados no primeiro período de estado de emergência, que vigorou entre 22 de março e 02 de abril, em que se registaram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais.

“O Ministério da Administração Interna, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da covid-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência”, lê-se na nota.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde sobre a pandemia, registam-se 567 mortos, mais 32 do que na segunda-feira (+6,%), e 17.448 casos de infeção confirmados, o que representa um aumento de 514 (+3%).

Dos infetados, 1.227 estão internados, 218 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 347 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril.

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Última Hora