O que têm em comum Cavaco e Sérgio Sousa Pinto?

por Paulo Neto | 2015.05.08 - 18:33

 

Desde o 25 de Abril, a presidência da República foi ocupada pela Junta de Salvação Nacional durante menos de um mês, por António de Spínola durante aproximadamente quatro meses e por Costa Gomes por dois anos. Já falecidos.

Sucedeu-lhes Ramalho Eanes, de 1976 a 1986, Mário Soares, de 1986 a 1996, Jorge Sampaio, de 1996 a 2006. A partir desta data e até à actualidade mantém-se Cavaco Silva no cargo.

As próximas eleições presidenciais decorrerão em Janeiro de 2016.

António Sampaio da Nóvoa, nascido em 1954, professor catedrático e reitor honorário da Universidade de Lisboa é até ao presente o candidato mais credível.

Reunia o consenso de Soares e Sampaio. Desde ontem juntou-lhes o apoio de Eanes.

O apoio de quem sabe o que é PRESIDIR.

Cavaco nunca o apoiará. Ainda bem…

Critica-se-lhe ter andado arredio da política durante estes anos todos.

O crítico mais violento foi Sérgio Sousa Pinto, do PS. Ainda bem…

Esqueceu-se de afirmar que não foi político partidário, daqueles que, como muitos, vivem há anos a comer da gamela do poder. Que é muito distinto de ser um Homem Político, no exercício pleno da sua cidadania interventiva e a viver do seu trabalho e da sua honesta profissão.

Há apoios que seriam uma nódoa.

Há críticas que, ao invés de macularem o criticado, são um elogio e têm um letal efeito de boomerang…

 

(Foto DR)