O penoso calvário de Francisco Lopes

por Paulo Neto | 2015.01.24 - 13:26

O executivo lamecense parece uma broa-milha “velha”… a cada talhada, toda se esboroa.

A gestão polémica de Francisco Lopes e todas as conflitualidades decorrentes do Lamego Com Vida, Renova, Multiusos, etc., levaram esta autarquia a uma “insustentável leveza de ser”, com uma dívida galopante de, dizem alguns, 46 milhões de euros, 50 dizem outros e ainda há quem refira muito mais… Ou seja, o futuro do concelho por muitos anos empenhado.

A coligação PSD/CDS reeleita em Setembro de 2013 já era…

De uma equipa composta por Francisco Lopes, José Fernandes Pereira, Marina Vale Teixeira e Jorge Guedes Osório, restam agora o presidente e os promovidos suplentes de última hora José Pinto e Andrea Monteiro Santiago.

Jorge Guedes Osório, da coligação PSD/CDS, afastado das suas funções de vereador tornou-se agora estratégico ”aliado” do trio socialista composto por Manuel Ferreira, Armínio Mendes e Isolina Guerra que, assim unidos, retiraram a confiança aos ainda três membros em funções, os quais, a partir de agora e conforme deliberação, perderam a capacidade de gastar um “cêntimo” sem prévia autorização. Valente humilhação…

Depois deste descalabro que Lamego e os lamecenses não mereciam, espera-se penosamente a elaboração da lista de candidatos a deputado para, em derradeira esperança e se tudo correr apreceituadamente, em Outubro se verem livre de tão confrangedor e pesado fardo.

Lembramos que Francisco Lopes é presidente da Assembleia de Secção da concelhia do PSD Lamego é vice-presidente da distrital de Viseu, presidente da poderosa CIM do Douro, com sede em Vila Real que integra 19 municípios: Lamego, Mesão Frio, Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Murça, Peso da Régua, Moimenta da Beira, Penedono, S. João da Pesqueira, Sernancelhe, Sabrosa, S. Marta de Penaguião, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Coa e Vila Real. É ainda membro do conselho-geral do IPV, capitaneado por João Cotta, um outro grande coleccionador de presidências e vice-presidências, além de dinâmico, plural e versátil empresário da nossa praça.

Em Março já teremos as listas feitas?