Este endoudado planeta

Ah, já me esquecia de um insignificante pormenor… em França cada exemplar custa a bagatela de 5 milhões de euros. Ou seja, nem as estrelas da bola se tentarão, ficando apenas ao alcance de sheiks árabes, negociantes de armas made in usa ou oligarcas russos.

  • 16:51 | Quinta-feira, 15 de Outubro de 2020
  • Ler em 2 minutos

Hoje, uma colaboradora da RD mandou uma crónica com o tema centrado nos muito pobres e nos muito ricos.

Os números lá elencados são de arrepiar, em termos daqueles milhões que subvivem muitos graus abaixo do limiar da pobreza…

 

O mundo automóvel, esse, na necessidade de dar resposta às mais “loucas” solicitações de raros clientes, reinventa-se em busca do exclusivo, mesmo que a preços absolutamente estratosféricos.

A mítica marca Bugatti acaba de lançar o seu novo modelo. Chama-se Divo, agora um masculino másculo das outrora musas do cinema e da ópera.

Com uma cilindrada de 7.993 cm3, 16 cilindros em W, quatro turbos, debita 1.500 cavalos, anuncia os 0 aos 100 km/h em 2”4 e uma velocidade máxima de 380 kms/h.

Perfeita peça de alta joalharia, é o tipo de carro mega-exclusivo que sai em edição reduzida de 40 exemplares, todos há muito disputados e vendidos.

É evidente que a maior parte deles passará os seus dias em garagens hiper luxuosas, para o olhar desvanecido do seu feliz proprietário e invejoso dos seus convidados, com um esporádico curto passeio ao domingo e, como a bela adormecida, hibernados numa longa noite de especulação financeira.

Com as crescentes limitações de velocidade, os “eleitos”, ou alugam um circuito para fazer o gostinho ao pé direito, ou vão de avião até à Alemanha, onde sempre podem acelerar até aos 380 numa autobahn, sem limitações de velocidade. Porque de resto, assim metam a primeira das suas 7 velocidades da caixa integral, estarão a transgredir todos os limites autorizados.

Mas olhar para um conta quilómetros graduado até aos 500 km/h deve dar muita “pica”. Mesmo parado…

 

Ah, já me esquecia de um insignificante pormenor… em França cada exemplar custa a bagatela de 5 milhões de euros. Ou seja, nem as estrelas da bola se tentarão, ficando apenas ao alcance de sheiks árabes, negociantes de armas made in usa ou oligarcas russos.

Claro que o preço dos 40 “Divos”, 200 milhões de euros, poderia tirar a fome a 821 milhões de pessoas. Mas, não era a mesma coisa…

 

(Fotos Sport-Auto, nº705, DR)

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Editorial
mersin escort porno porno izle sex hikayeleri maltepe escort pendik escort izmit escort