Esta é a 2.001ª publicação do Rua Direita, em 11 meses

por Paulo Neto | 2014.11.03 - 01:10

 

 

No início de Novembro de 2013, juntamente com o Pedro Morgado, tivemos a ideia de lançar uma plataforma de comunicação social para suprir um espaço existente neste contexto, com formato digital e com específicas diferenças que íamos congeminando e pondo em prática.

A 17 desse mês tínhamos definido o que queríamos e como o queríamos. Prometemos ter a plataforma pronta a 28 de Novembro. E estava, às 23H58…

Somos duas pessoas mais as maravilhosas dezenas de colaboradores, portugueses de toda a parte e dos diversos continentes em activa participação com este projecto em regime pro bono.

Nunca cobrámos até ao presente um cêntimo a ninguém, seja instituição, empresa, autarquia, etc. Divulgamos quanto nos chega. Temos muita opinião, entrevistas e intervenção. Pagamos para informar — o que muita gente que só vê a comunicação social como uma empresa lucrativa ou de promoção política pessoal tem dificuldade em entender. Comprámos equipamento; alugámos um servidor internacional; diariamente consagramos horas a editar informação/opinião; vamos onde podemos a nossas expensas…

Chamámo-nos Rua Direita em homenagem a esse espaço e à simbologia subjacente a esse título. Via sem ziguezagues.

Somos muito políticos. Mas apartidários. Coisa de que muitos não se podem gabar…

Estamos abertos a toda a colaboração crítica e partidária, na ressalva de ela não ser ofensiva para algo ou alguém. Nunca perguntámos a um colaborador qual a sua ideologia ou credo. É-nos indiferente. Temos gente de todos os quadrantes políticos a escrever connosco.

Hoje, ao escrever uma reportagem sobre Sernancelhe, numa coincidência curiosa, atingimos a nossa 2.000ª publicação. Com menos de um ano de idade. Estamos satisfeitos. E mais contentes ficámos por este número ter sido atingido com uma publicação sobre a autarquia em causa.

Porque escrevo um Editorial diário, outra coincidência acontece com este, de hoje: é o 333º. Bela capícua!

Criámos a newsletter Rua Direita. Tem saído mensalmente para 20 mil destinatários. E este número é crescente. Estamos no facebook em “Rua Direita Viseu” e nas diferentes redes sociais. Temos leitores nos 4 cantos do mundo. Em 11 meses utrapassámos os 700 mil leitores. E este número é crescente…

Estamos satisfeitos.

A partir de Janeiro teremos novidades.

Agora, se me derem licença, vou descansar… é que isto começa a ser barco a mais para dois tripulantes.