Apre! Não acertam uma…

por Paulo Neto | 2016.08.29 - 18:06

 

A magnífica equipa de “comunicação-ou-lá-o-que-é” da CMV é dotada da prodigiosa capacidade de produzir ideias à grosa (uma grosa, para os mais distraídos = 144), mas, para sua/nossa malfadada sina, sendo bonitinhas e menos mal-intencionadas, algumas delas, quase todas em geral se revelam  improfícuas, inconsequentes, bizarras… em suma, uma nulidade.

Por vezes quási fazem lembrar ganapos a brincarem com um lego novo ou um puzzle mais colorido.

Tal foi, entre outras, o caso destes “mupis” muito prenhes de lirismo (poesia, podemos dizer), com aroma a tília e a um carpe diem estival muito aprazível, a lembrar, a prometer, a avisar os munícipes de que o centro histórico ficaria “sem carros de Julho a Setembro de 2016”.

Claro está que os mais avisados olharam para os “mupis” e deram uma gargalhada de fastio e desdém. Porém, os crédulos, padecentes e penitentes até lá foram acima ver com seus dois olhos… mas era tal o movimento de veículos automóveis que desceram a calçada do Bispo a correr, para o Jardim das Mães, no temor de um atropelo.

Contudo, munícipes houve que enviaram um email à “senhora Câmara”, em busca de um “sim ou sopas”. Naturalmente que ao fim de três semanas sem resposta, concluíram desalentados… “sopas”!

Esta rapaziada devia levar os legos para casa e entreterem-se ao serão…