AH e o cheiro a santidade

por Paulo Neto | 2014.07.29 - 12:04

 

A Câmara de Viseu está em estado de graça.

A comunicação social local põe-na nos píncaros da lua (longe de nosso intuito contar  as páginas de publicidade atribuídas e a atribuir, que serão sempre, sempre… mera coincidência. Até e porque é sempre estimável publicitar os grandes cometimentos e/ou eventos).

A título de mero exemplo, um quinzenário local, na sua capa, traz uma montagem de um Boeing a sobrevoar Viseu e sobre a parangona: “Esta Câmara não pára…” traz cinco subtítulos:

“Viseu entra na rota das ligações aéreas”;

“Secretário de Estado garante ligação ferroviária”;

“Novo acesso ao centro hospitalar”;

“Vias cicláveis vão chegar ao centro histórico”;

“Profissional Mariana Seixas leva 350 alunos para a Rua Direita”.

O compadre Zacarias perguntou-me se ando a ler o boletim da “cambra”, respondi-lhe que não, pois não sei por onde escolher…

José Junqueiro encabeça a oposição do PS à CMV. Salvaguardando a postura e as atitudes coerentes de Rosa Monteiro (excepção dos mosqueteiros que confirma a regra) e lendo as últimas “trauliteirices” surgidas no blogue daquele, o “Gota de Água”, percebemos que além de “jornaleiro”, Junqueiro virou porta-voz louvaminheiro do executivo. Finalmente, sintonizou-se com o seu nº 2. É talvez por isso que diz ignorar como foram aprovados ou de onde vieram os 500 mil euros para a obra de Madre Rita.

— Ó Zacarias, como se chamam os especialistas da espinhela caída?

— Bruxa das Cadimas ou endireita da Corga…

Sobre a oposição de Hélder Amaral falaremos a seu tempo. Embora seja bom de ver que, e se nas próximas legislativas for em lista conjunta com o PSD, num lugar não elegível (aí para 5º ou 6º da lista), a sua oposição será caritativa e esperançosamente “very light & soft”. Valem-lhe os deputados da AM…

Neste momento, Almeida Henriques, em lua-de-mel com a comunicação social local e a oposição PS e CDS a estimarem-no mais a cada dia que passa, começa a exalar um aroma suave, subtil, perfumado… o cheiro a santidade.

 (foto DR)