“Não estamos aqui para festas de anos de ninguém”, afirma Mark Rutte

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, por seu turno, mostrou o seu regozijo com a diminuição das verbas em jogo: "Já estamos há três dias a negociar. A última ronda de domingo durou mais de 20 horas, mas podemos estar muito satisfeitos. Conseguimos reduzir de forma clara a soma total".

Tópico(s) Artigo

  • 7:55 | Terça-feira, 21 de Julho de 2020
  • Ler em < 1

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, na cimeira de líderes europeus foi taxativo ao afirmar que “vai lutar de forma dura para fazer valer as condições  que exige em nome da Holanda”.

Em causa está o acordo sobre os montantes a conceder, ou fundo de recuperação, para fazer frente à grave crise económica decorrente da Covid-19.

Numa clara e irónica alusão aos aniversários de António Costa e de Angela Merkel, acrescentou ainda e acerca das duras condições impostas como exigência da Holanda: “Não estamos aqui para festas de anos de ninguém. Todos estão aqui para defender os interesses dos seus países”, frisando que “é muito importante manter os reembolsos, fazer cumprir as reformas a troco de empréstimos e, se estes se converterem em subsídios, as reformas devem ser impostas, dando ao Conselho Europeu um papel decisivo”.

Com ele estão a Áustria, a Suécia e a Finlândia.

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, por seu turno, mostrou o seu regozijo com a diminuição das verbas em jogo: “Já estamos há três dias a negociar. A última ronda de domingo durou mais de 20 horas, mas podemos estar muito satisfeitos. Conseguimos reduzir de forma clara a soma total”.

 

(Foto DR)

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Última Hora
mersin escort porno porno izle sex hikayeleri maltepe escort pendik escort izmit escort