A Festa da Castanha vem com Edição Especial

Pela impossibilidade de realizar uma festa presencial, face à problemática da pandemia, obstativa desse formato, houve a necessidade de reformular o figurino do evento. Assim, optámos por uma edição especial que valoriza e se esteia nos meios de comunicação digitais.

Tópico(s) Artigo

  • 17:21 | Quarta-feira, 14 de Outubro de 2020
  • Ler em 3 minutos

Nos dias 23, 24 e 25 decorrerá em Sernancelhe a Feira da Castanha. Contudo, este ano e perante as circunstâncias que todos vivemos, a edilidade teve que encontrar uma alternativa válida para, com muita imaginação e face à restrição, levar por diante o evento.

A RD foi ouvir Armando Mateus, vereador do pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Sernancelhe, acerca das novidades que aí vêm.

RD: Porquê uma Edição Especial?

AM: Pela impossibilidade de realizar uma festa presencial, face à problemática da pandemia, obstativa desse formato, houve a necessidade de reformular o figurino do evento. Assim, optámos por uma edição especial que valoriza e se esteia nos meios de comunicação digitais.

RD: Como assim?

AM: A maior preocupação da não realização presencial da Festa da Castanha é obviamente a não comercialização do produto por parte dos seus produtores. Como tal, em parceria com os CTT e a DOTT criou-se uma Feira Digital que pretende promover a venda da castanha martaínha em dois formatos:

Em caixa de 2 quilos;

Em caixa de 5 quilos.

…que são as duas quantidades que nas edições anteriores mais procura tiveram pelo público — 2 quilos dão para a prova, 5 quilos permitem um magusto familiar.

É também nosso propósito que esta embalagem com castanha não seja apenas mais um produto que chega a casa do consumidor. Para nos diferenciarmos adicionámos uma brochura informativa com a apresentação dos principais ícones turísticos concelhios:

Aquilino Ribeiro; Santuário Mariano da Lapa e a Castanha Martaínha.

Esta brochura apresenta ainda um roteiro de visita, onde ficar, onde comer. Ou seja, um itinerário completo com uma surpresa final de três vouchers, dois para desconto de 10% na hotelaria e restauração e um terceiro para prova gastronómica e vínica na Loja Interativa de Turismo.

Estas promoções têm como principal intuito colmatar o vazio económico da não realização deste evento em termos tradicionais, com as consequentes perdas nos sectores hoteleiro e de restauração, permitindo a este consumidor tirar proveito desta vantagem, válida por seis meses.

Concomitantemente, manteremos os nossos canais de comunicação digital, como a Página da Terra da Castanha, com uma informação constante, com lives durante todo o evento, com show cookings, concurso da melhor castanha, da melhor montra, depoimentos dos produtores e faina agrícola.

Tudo isto vincado com um momento oficial de Abertura, às 18H30 do dia 23, feita pelo Senhor Presidente e respectiva comitiva.

Tão pouco esquecemos a animação musical, tão característica deste evento, como é o fado à desgarrada, para o qual foi feito o desafio a vários cantores desta tipologia de canto, como o Canário e sua Banda, Sons do Minho e os nossos cantadores locais, para elaborarem vídeos que circularão nas redes sociais sob o mote a martaínha, o vinho novo, os magustos e, obviamente, a Marca Terra da Castanha. Ou seja, com muita mágoa, perdemos o público presencial, mas vamos acrescentar à Festa da Castanha uma formidável dinâmica enquadrada no possível figurino que as circunstâncias nos impuseram.

Para rematar, friso que este ano houve uma forte aposta na publicitação nacional do evento, com outdoors nas principais vias das auto-estradas e spots televisivos nos principais canais de televisão, visando levar até ao público mais geral, a grande marca que é a Terra da Castanha, deixando assim semeado o apetite para os apaziguados anos vindouros.

 

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Última Hora
mersin escort porno porno izle sex hikayeleri maltepe escort pendik escort izmit escort