Ventura não pode ser o único candidato da direita às próximas presidenciais

Se André Ventura for a única opção à direita, facilmente os 66 442 votos, correspondentes a 1, 3% das últimas eleições legislativas poderão aumentar.

Tópico(s) Artigo

  • 23:20 | Quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2020
  • Ler em < 1

1. Com André Ventura a adiantar-se na corrida às próximas eleições presidenciais, a direita moderada terá de reagir apresentando também ela um candidato.

2. Bem sei que a tentação da direita moderada em apoiar a recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa tem tanto de confortável como de vitorioso, partindo do princípio que a reeleição do Presidente dos afetos é praticamente certa.

3. Para a direita moderada a não apresentação de um candidato serve para dar a Ventura mais força e mais campo político à direita.

4. Quem é de direita e não quer votar em Marcelo não pode ter apenas como opção o atual líder do Chega.

5. Se André Ventura for a única opção à direita, facilmente os 66 442 votos, correspondentes a 1, 3% das últimas eleições legislativas, que lhe deram o lugar de deputado na Assembleia da República, poderão aumentar, servindo para consolidar Ventura e o Chega como alternativas à direita a ter em consideração nas próximas eleições legislativas.

6. Ao assumir-se como um representante da direita democrática, o CDS terá de ir a jogo nas próximas eleições presidenciais com um candidato próprio, que passe uma mensagem clara que o partido pretende para o futuro de Portugal.

7. O CDS tem nos seus quadros competência para apresentar um candidato sólido, ponderado e com um percurso profissional de sucesso, inclino-me obviamente para Bagão Félix, que não sendo militante sempre foi próximo do CDS ou Lobo Xavier, o meu preferido.

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Opinião

Office Lizenz Kaufen Windows 10 pro lizenz kaufen Office 2019 Lizenz Office 365 lizenz kaufen Windows 10 Home lizenz kaufen Office 2016 lizenz kaufen office lisans satın al