França e a reforma do sistema de pensões 

A inquietação e incompreensão que a nova lei tem em vários setores, nomeadamente sindicais, aumentam as expectativas. 

Tópico(s) Artigo

  • 19:14 | Sexta-feira, 17 de Julho de 2020
  • Ler em < 1

Com a chegada de um novo primeiro ministro, a França vê agitar-se, de novo, a questão da reforma do sistema de pensões.

Macron fez acelerar no início do ano o dossiê, pensões  que se arrastava há meses, com uma aprovação urgente (sem votação) na Assembleia Nacional.

No entanto tal atitude não fez esmorecer a luta sindical e a pandemia veio a impor o congelamento da nova lei.

Com a chegada de M. Castex ao governo (com a fama de senhor eficácia) volta à ribalta esta reforma.

A inquietação e incompreensão que a nova lei tem em vários setores, nomeadamente sindicais, aumentam as expectativas.

O primeiro ministro vai abrir diálogo com os parceiros sociais e deixa antever que a conciliação pode passar por um aumento da duração de cotizacões para aceder às pensões.

Vai ser curioso seguir esta disputa.

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
mersin escort porno porno izle sex hikayeleri maltepe escort pendik escort izmit escort