Isto é tudo muito bonito, mas….

por Alexandre Borges | 2015.09.24 - 21:56

 

Rebentou um escândalo na indústria automóvel. O grupo Volkswagen, maior construtor europeu, reconheceu que adulterou os dados de emissões poluentes de vários dos modelos a diesel, com recurso a um ‘software’ incorporado nos veículos. Uma revista alemã dá como certo que o “esquema” não é exclusivo de automóveis do grupo (VW, Seat, Skoda, etc) mas que a BMW terá usado igualmente uma prática semelhante em alguns dos seus modelos. As emissões gasosas dos veículos são largamente superiores (fala-se em 11x) ao que é imposto pelas directivas europeias. Há fortes suspeitas de que a prática não é exclusiva do mercado norte-americano.

Milhares ou milhões de consumidores foram intencionalmente enganados por estes senhores oriundos do Norte da Europa que gostam de apresentar o rigor, a disciplina e o trabalho como suas características intrínsecas e, não se escusam de acusar os povos do Sul, Portugal incluído, da sua antítese. Está à vista que estas generalizações valem o que valem.

carro

Em resultado deste escândalo só a VW já perdeu mais de 30 mil milhões de euros em dois dias, preparando-se para perder pelo menos mais 15 mil milhões em multas. São perto de 50 mil milhões, para já. Mais de metade do que os “mandriões” e “aldrabões” dos portugueses receberam da troika (78 mil milhões) a troco de generosos juros a reverter para quem nos apelida com tais impropérios.

Isto é tudo muito bonito e levanta muitas questões, concretamente sobre a hipocrisia ambiental que grassa – os mercados, as agências ambientais e os consumidores ficam “chocados” com o não cumprimento das emissões poluentes, mas ninguém quer saber das consequências das deslocalização de industrias como a VW para a China para fugir à legislação ambiental ou dos efeitos tremendos e irremediáveis que a industria petrolífera tem – mas o que eu queria saber agora é:

O governo português já oficiou o governo alemão para que exija à VW o pagamento do imposto automóvel e de circulação em falta devido à adulteração dos dados técnicos dos veículos e a respectiva multa por ter faltado à verdade? Ou vão assobiar para o lado enquanto esmifram os portugueses “mandriões”?

 

Imagem daqui

Artigo originalmente publicado no Canite Aguda

Natural de Canas de Senhorim. Licenciado em geologia pela UC. Virulentamente bombeiro. Gosta de discussões cordiais, de vaguear pelo mundo munido de auscultadores.

Pub