Será que as tílias cheiram mal?

por Paulo Neto | 2016.09.06 - 19:26

fb1

Que se passa na Quinta da Cimalha, em Abraveses, onde se ergue um clamor de indignação oriundo de moradores a queixarem-se do insuportável cheiro e do lixo que já não se disfarça, um pouco por todo o lado?

Numa rede social, são plurais os desabafos e as denúncias e várias as acusações de munícipes que, de forma insuspeita rogam pela qualidade de vida que as trompetas da edilidade apregoam pela filarmónica dos seus apaniguados.

O RD há muito aborda este assunto, com textos e imagens desta incúria generalizada. Não consegue é tirar fotografias ao mau-cheiro…

Mas não será este concreto assunto da alçada da Saúde pública? Ou será do domínio do ministério do Ambiente? Ou do âmbito da tão interventiva ASAE?

A qualidade de vida em Viseu só é uma realidade quando deixar de ser uma treta papagueada pela comunicação social “amistosa” e ansiosa de retorno em publicidade, quando passar ao terreno e aos cidadãos e estes dela usufruam com rigor e verdade.

Por outro lado, os dinheiros públicos são menos “vistosos” investidos em obras estruturais do que na sucessão ininterrupta de festarolas, pinga e pimba…

O resto… bom, o resto, varre-se para debaixo do tapete.