O senhor vereador-faz-de-contas-que-é-incompetente…

por Paulo Neto | 2015.08.19 - 12:13

 

Há-de existir na CMV um qualquer vereador com a responsabilidade/pelouro dos parques públicos, equipamentos, desporto, ou tudo junto ou na singularidade de cada item, até podendo ser dois ou três. Não importa.

Quem quer que seja é injusto o grande esforço que parece fazer para se mostrar incompetente, indiligente, aéreo, distraído, alheado, pouco cuidoso e negligente.

De tanto tentar parecê-lo, ainda corre o risco dos munícipes, um dia, acreditarem que o fingimento se pode assemelhar, afinal, à realidade factual. Não se esforce tanto, senhor vereador…

r7

Pois é, lá venho eu da Radial de Santiago que a tantos devia servir orgulhosa das suas estruturas de lazer pagas pelo Programa Polis e, hoje, semi-abandonadas, encerradas, danificadas, mal cuidadas… votadas ao desleixo, escavacadas, grafitadas onde, até os cartazes pub da própria CMV estão há dezenas de dias fora de prazo, anunciando o que acabou o mês passado.

r6

De facto, a melhor imagem da atitude do vereador em causa (ou dos vereadores em causa) está bem personificada no “Gabinete” que lá detêm (de quem será?), nas casas de banho encerradas, no bar que ninguém quer, no equipamento destruído e não substituído, nos candeeiros fundidos/partidos, nos buracos a par e esmo, na aspersão da rega para o asfalto, no nauseante Pavia do qual ninguém cuida – esse receptáculo fétido dos esgotos urbanos – no assento do “slide” que ninguém tem a CORAGEM de reparar apesar do RD já ter oferecido 20€ para o efeito mas… atenção: vale-nos sempre a “Senhora Junta”, que não faz muito mas sempre semeia cartazes por aí, preocupados com a canídea merda.

r2

 

r1

r5

E muito bem. Honra lhes seja feita pela iniciativa que mostra muita dinâmica neuronial, criatividade e fino gosto.

Viver Viseu é tudo isto, mais o lixo, os carros às dúzias abandonados na via pública e etc e tal.

Se in vino veritas, bebam uns canadões do tão apregoado briol e… vejam, de vez, a verdade que nos rodeia.

Será pedir muito, senhor vereador-faz-de-contas-que-é-incompetente?