O 4º SEGREDO DE FÁTIMA SERÁ O DA LUSITÂNIA, Sociedade de Desenvolvimento Regional?

por Paulo Neto | 2014.09.05 - 10:35

 

Há assuntos de tal forma enrodilhados que põem em causa o bom nome de muita gente que o tem, à mistura com o mau nome de muitos.

Todo o facto sobre o qual pende uma cortina pouco diáfana de silêncio abre portas a todas as possíveis, previsíveis e admissíveis conjecturas.

O que não é nada bom.

A quem interessa a ambiguidade? Quem colhe frutos da equivocidade? A opacidade tapa o quê ou quem?

Isto a propósito da LUSITÂNIA, Associação de Desenvolvimento Regional que “a 1 de Fevereiro de 2011 prometia publicar as suas contas e dar resposta aos 25 milhões gastos.”

Estes links abaixo, um do Viseu Senhora da Beira (esta plataforma tem muitas referências ao assunto) e treze da Rua Direita, não sendo exaustivos, falam sobre este tema. É só ler, situar-se e, fundamentalmente, não deixar cair no esquecimento…

 

http://gamvis.blogspot.pt/2011/08/atencao-dos-senhores-deputados-por.html

http://www.ruadireita.pt/editorial/o-ressurgir-de-uma-oposicao-condigna-para-fortalecimento-do-poder-local-3949.html

http://www.ruadireita.pt/editorial/o-boiar-das-pedras-3927.html

http://www.ruadireita.pt/ultima-hora/agitacao-na-assembleia-da-cim-viseu-dao-lafoes-3875.html

http://www.ruadireita.pt/editorial/a-cim-viseu-dao-lafoes-e-a-integracaoextincao-da-lusitania-3078.html

http://www.ruadireita.pt/ultima-hora/os-silencios-de-chumbo-lusitania-sociedade-de-desenvolvimento-regional-que-desfecho-3075.html

http://www.ruadireita.pt/editorial/dias-de-apocalipse-2236.html

http://www.ruadireita.pt/largo-do-pelourinho/lusitania-sim-ou-sopas-2084.html

http://www.ruadireita.pt/ultima-hora/a-lusitania-nao-acaba-aqui-1969.html

http://www.ruadireita.pt/ultima-hora/comunicado-em-defesa-da-verdade-sobre-a-lusitania-adr-1822.html

http://www.ruadireita.pt/editorial/as-urtigas-875.html

http://www.ruadireita.pt/ultima-hora/comunicado-balanco-da-reuniao-da-aim-da-cimvdl-16dez13-844.html

http://www.ruadireita.pt/ultima-hora/cdspp-deputados-da-aim-cim-viseu-dao-lafoes-exigem-saber-da-lusitania-826.html

http://www.ruadireita.pt/editorial/editorial-2013-11-30-um-polvo-222.html

http://www.ruadireita.pt/editorial/o-pre-triunfo-dos-porcos-474.html

http://www.ruadireita.pt/ao-fundo-da-questao/jornal-do-commercio-pernambuco-041213-395.html

 

(…)

No distrito de Viseu haverá muito boa gente que esteve e se pensa ter estado ligada a este processo. Muitas autarquias e muitas instituições. Houve até um director que levou sumiço e que nunca foi ouvido em tão delicada matéria. Ou foi? Quando e onde? Por quem? Resultado?

Afinal o que se encobre? Afinal quem se encobre? Já todos percebemos que a Lusitânia, SDR foi um tremendo fiasco; que muitos dos por aí pululantes, de perto ou de longe, estiveram nela envolvidos. Que recebeu milhões de euros. Que os “desbaratou”. Que não apresenta coerentes e plausíveis motivos e/ou contas, para além de um “inconclusivo” parecer técnico sobre os suportes contabilísticos que deram a ver a quem o emitiu. Que se extinguiu. Que não se extinguiu. Que passou para a CIM Viseu Dão Lafões. Que não passou. Que tem dívidas ainda por pagar… etc.

Uma confusão, se calhar tão mais confusa quanto o necessário para tornar o novelo blindadamente inextrincável.

Porque é que a Justiça não investiga? Se investiga, porquê nada se sabe e não há resultados?

A CIM Viseu Dão Lafões, por seu turno e pela voz do seu actual presidente remeteu-se a um balbucio, semelhante a um estranho silêncio, quando questionada em reunião da AIM. Porquê?

Fernando Figueiredo, uma voz sempre atenta, entregou há meses o assunto no gabinete jurídico do seu partido, o CDS-PP, na Assembleia da República. Há algum resultado?

Os deputados do PS e o deputado do CDS por Viseu, a seu tempo, questionaram os vários governos. Resultado? Águas de bacalhau…

Este mutismo abre portas a todas as conjecturas. Ou não? Será normal?

Se calhar – mera suposição – há “gente” a mais metida neste possível “buraco”. Gente que nunca explicou onde e como se volatilizaram tantos milhões. Fundos europeus. Pagos pelos contribuintes.

E mais estranho ainda é não ter havido, também e perante tanto bruaá, suspeições, incógnitas, etc., reacção alguma dos departamentos de apoio económico e fiscalização do Fundo Social Europeu, tão ciosos da boa gestão das suas verbas. Ou houve? Qual?

Em suma… ou para introdução:

TODOS OS FACTOS TÊM QUE SE ESCLARECER PARA NINGUÉM TER A OUSADIA E A INSENSATEZ DE PENSAR QUE HÁ “RABOS DE PALHA” E/OU QUE TODOS OS ENVOLVIDOS TÊM RESPONSABILIDADES IGUAIS E ENCOBERTAS NA MATÉRIA…

Claro como a água e puro como a canela. Ou não?