O 4º poder: Rebelo, Rebelo & Rebelo, “Legenda Transparente, Lda.”

por Paulo Neto | 2014.01.26 - 00:06

O 4º poder designa os meios de comunicação de massas num contexto de contra-poder perante os outros três poderes que o Estado enferma: O poder executivo, o legislativo e o judicial.

Há quem a este 4º poder junte um 5º: o da opinião pública e face à capacidade que aquele detém de influenciar este.

A expressão anglófona “opinion maker” perde impacto na nossa língua. Mas também os temos de facto, de Marcelo a Sousa Tavares passando por uma corte de menores como Mendes e etc. e tal.

Alguns políticos, em Viseu, consciencializaram-se há bem pouco tempo do poder dos meios de comunicação regionais.

Por isso, com os seus assessores de imprensa andam num sururu a tomar conta de tudo o que mexe.

João Rebelo Cotta e João Paulo Rebelo conseguiram mesmo ultrapassar as barreiras ideológicas para, naturalmente com as respectivas bênçãos partidárias se coligarem na “Legenda Transparente, Lda.”, nova sociedade que adquiriu o título Jornal do Centro.

Firmada em 21 deste mês, tem neles os dois maiores accionistas com 40% cada e ainda Francisco Rebelo, do Grupo Lena Comunicações como sócio detentor de 20% do capital. Percebemos que o Grupo Lena entre na sociedade de que se desfez, eventualmente por causa da guerra jurídica que mantém com a Celeuma e criada quando vendeu O Centro ao recém-cessante gerente.

O problema desta coligação contra-natura entre o vice-presidente da Assembleia Municipal de Viseu pelo PSD e o nº 2 dos vereadores da oposição (PS) à CMV é que deixa no ar uma série de questões que terão que ser dilucidadas futuramente perante os eleitores.

Sabemos que João Paulo Rebelo tem ambições a ser o candidato do PS à autarquia de Viseu em 2017. Nesse sentido, lógico é que se comece a tentar projectar. Quanto a Cotta, que vai da Assembleia Municipal de Tondela pelo PSD a possível-putativo-candidato autárquico pelo CDS/PP, passando a candidato derrotado à presidência da Assembleia Intermunicipal da CIM Viseu Dão Lafões, estranho é que tendo interesses nas empresas infra designadas, segundo dados oficiais à disposição de qualquer cidadão, se tenha agora dedicado empenhadamente ao 4º poder.

SERVIÇO MAIS  HIGIENE E CONTROLO DE PRAGAS, LDA, como Sócio Gerente;

AROUNDVERTICE, SGPS, LDA, como Sócio Gerente;

TIMESYMBIOSIS, UNIPESSOAL, LDA, como Sócio Gerente;

CONTROLVET  SEGURANÇA ALIMENTAR, S.A., como Vogal do Conselho de Administração;

GESTINVISEU  PARQUES EMPRESARIAIS DE VISEU, S.A., como Vogal do Conselho de Administração;

CEC - CONSELHO EMPRESARIAL DO CENTRO/CCIC - CÂMARADE COMÉRCIO E INDÚSTRIA DO CENTRO, como VicePresidente da Direcção;

ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DA REGIÃO DE VISEU, como Presidente do Conselho da Direcção;

INOGEN  INOVAÇÃO E SOLUÇÕES VETERINÁRIAS, LDA, como Gerente;

BRAINDEA DESIGNERS, LDA, como Gerente;

CONTROLVET MADEIRA SEGURANÇA ALIMENTAR, LDA, como Gerente;

BETECHIN, LDA, como Gerente;

Detém ainda a presidência do CERV e do Conselho Geral do IPV.

Última curiosidade, a empresa LEGENDA TRANSPARENTE, com o NIF 510803636, tem sede na residência de um dos sócios, João Paulo Rebelo,  em Viseu, mas as novas instalações serão na Avenida Alberto Sampaio, junto à AFV, onde funcionou a primeira sede da campanha autárquica de José Junqueiro, sendo propriedade do familiar de uma candidata à CMV pelo PS.

Serão coincidências a mais. A vida é assim. Mas ainda há mais coincidências neste pacto extraordinário e que deixaremos para próxima oportunidade, nesta bizarra sociedade na qual só faltou um representante do CDS, para dar colorido ao leque. Sabendo da estima que Cotta tem por Fernando Figueiredo até estranhamos não o ter convidado… Levaria uma bazookada!

Quanto a João Paulo Rebelo que teve um lugar dirigente de nomeação política, estando agora recém-desempregado de uma empresa de Tondela, tem toda a oportunidade de relançar a carreira na edição de jornais, revistas e outras publicações periódicas, além da edição, produção de conteúdos e projectos de comunicação social para multiplataformas, segundo o CAE 5830 e 5840, para as actividades principais e secundárias da “Legenda Transparente, Lda.”

Fora disso, será o persistente e coerente vereador da oposição ao PSD na CMV.

Rua Direita tem a certeza de que o novo Jornal do Centro superará todas as melhores expectativas e deseja-lhe o maior sucesso e aos seus gerentes, às quintas-feiras, na certeza de que às terças teremos o momento alto em “Terras do Demo“, com Almeida Henriques a escrever sobre o “território”, no CM.