Incêndio ou bola? Bola, claro….

Em breve estava às portas do Vale Glaciar do Zêzere, Património Mundial da Unesco que tinha, dizem, uma das melhores águas do mundo. Com 13 quilómetros de extensão, sobreviveu milhares de anos, desde a época da glaciação. É ou era um dos maiores da Europa. Foram-se piornais e carvalhos-negrais, freixos, bétulas e teixos. Foi-se a sua reserva biogenética.

  • 11:39 | Segunda-feira, 08 de Agosto de 2022
  • Ler em 2 minutos

Ontem, domingo, pelas 20H00, os noticiários de quatro canais televisivos portugueses abriam o seu “horário nobre” com extensas reportagens de futebol, nacional e internacional.

Na Serra da Estrela, na vertente Covilhã-Manteigas, lavrava um poderoso incêndio com mais de 630 operacionais a combatê-lo apoiados por 189 viaturas.

Os ciclistas da Volta a Portugal voavam pelas sinuosas estradas. Em fundo, as chamas voavam também.


O incêndio teve início no Garrocho, Covilhã, pela madrugada de sábado, às 03H18. A hora é estranha mas, num fogo destes que existirá de banal? Há pirómanos insones, sem horário de trabalho…

Em breve estava às portas do Vale Glaciar do Zêzere, Património Mundial da Unesco que tinha, dizem, uma das melhores águas do mundo. Com 13 quilómetros de extensão, sobreviveu milhares de anos, desde a época da glaciação. É ou era um dos maiores da Europa. Foram-se piornais e carvalhos-negrais, freixos, bétulas e teixos. Foi-se a sua reserva biogenética.

A estrada nacional 338 foi cortada. Bombeiros ficaram feridos. O prejuízo material causado neste património é incalculável, em pleno Parque Natural da Serra da Estrela. Fauna e flora destruídas.

Na TV3, televisão pública, na SIC Notícias, na TVI/CNN, na CMTV, os inefáveis arautos da bola peroravam com sapientíssimas palavras sobre golos feitos e golos falhados, vitórias e derrotas, ídolos e fãs.

O Portimonense e o Boavista, o Braga e o Sporting. Um golo do Boavista. Empate a 3 no outro match. Manchester e Brighton, 1 a 2. Que calamidade para o Manchester!

 

(Fotos DR)

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Editorial