Centro Ambulatório de Radioterapia do CHTV, “embuste” ou realidade?

As posições extremaram-se e houve mesmo deputados da nação a jurar a pés juntos que tal infraestrutura não constava das intenções deste governo, que era uma falsidade, uma fraude, um engodo.

  • 21:15 | Terça-feira, 12 de Outubro de 2021
  • Ler em 2 minutos

Ao que parece e se lê no documento que se anexa, o Centro Ambulatório de Radioterapia do CHTV vai avante, que o mesmo é dizer, vem para Viseu.

Tal e não obstante no período pré-eleitoral se terem erguido clamantes vozes a tonitruar que tal nunca seria uma realidade e se tratava de um “embuste” para caçar votos.

As posições extremaram-se e houve mesmo deputados da nação a jurar a pés juntos que tal infraestrutura não constava das intenções deste governo, que era uma falsidade, uma fraude, um engodo.


Talvez esta atitude de apostrofante negação, fosse, no fundo, o desejo de que os viseenses não viessem a usufruir deste centro, em prol da saúde de todos, baseada no infantil (ou vil) pressuposto de que “se não for eu a fazer não presta”.

Talvez na política rasteira haja um vale-tudo fundeado na animosidade pessoal, na inveja e na banal malquerença.

Como não somos políticos de carreira, apenas cidadãos da polis, nunca teremos presunção de perceber a refluência do lodo deste pantanal.

Resta-nos fazer votos para que o Centro Ambulatório de Radioterapia do CHTV se cumpra com a necessária brevidade, politiquices à parte, agora que as autárquicas se cumpriram… e já ninguém anda no “caça-votos”.

Aguardaremos para ouvir as reacções dos “negacionistas”, aqueles que provavelmente, bem no fundo, desejavam que o prometido não fosse devido, mesmo que tal redundasse em prejuízo da saúde e vida de centenas de utentes usufrutuários, e a troco de um mero punhado de votos ganhos e baseados no libelo do “nunca vai ser feito!”

 

PSD considera anúncio do centro de radioterapia de Viseu “um embuste”

 

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Editorial