Procura de emprego cai mais de 50% até abril

O OLX divulgou um estudo que concluiu que a procura de emprego recuou 56% entre janeiro e abril em Portugal Continental.

Tópico(s) Artigo

  • 22:22 | Quinta-feira, 21 de Maio de 2020
  • Ler em < 1

A plataforma OLX realizou um estudo e uma das conclusões é que a procura por emprego diminuiu 56% entre janeiro e abril em Portugal Continental. Bragança e Portalegre são as únicas regiões do país que registam aumentos de procura na comparação de janeiro com abril deste ano, de acordo com o comunicado. Os setores da restauração, hotelaria e turismo, domésticos e limpezas, construção civil, comercial e assistentes de loja e caixa são as subcategorias mais procuradas em 2020.-84%); Saúde e Beleza (-60%); Construção Civil (-47%); Comercial (-37%); e Transportes e Logística (-33%).

“Na comparação entre o período pré Covid-19 e já durante a pandemia, a subcategoria com maior quebra na procura foi Restauração, Hotelaria e Turismo (-7%). Já nas subcategorias de Transportes e Logística (+13%); Domésticos e Limpezas (+10%); e Construção Civil (+6%) verificou-se uma subida”, pode ler-se no comunicado.

Comparando os primeiros quatro meses deste ano com o período homólogo de 2019, “a procura regista um ligeiro crescimento de 0,03%” algo que se deve “sobretudo, aos valores-recorde atingidos durante janeiro e fevereiro de 2020”. “Em termos de oferta, o número total de anúncios ativos entre janeiro e abril de 2019 passou de 38.942 para 38.715 (-0,6%) no mesmo período deste ano”. O estudo da OLX mostra que as subcategorias mais anunciadas também registaram quebras significativas entre janeiro e abril: Restauração, Hotelaria e Turismo (-84%); Saúde e Beleza (-60%); Construção Civil (-47%); Comercial (-37%); e Transportes e Logística (-33%).

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Última Hora