Vinte e dois detidos e 145 estabelecimentos encerrados na segunda fase de emergência

A PSP e a GNR, desde o início do estado de emergência devido à pandemia de covid-19, detiveram até às 17:00 de hoje 22 pessoas por desobediência e fecharam 145 estabelecimentos, informou o Ministério da Administração Interna (MAI).

Texto Rua Direita Fotografia Direitos Reservados (DR)

Tópico(s) Artigo

  • 21:37 | Segunda-feira, 06 de Abril de 2020
  • Ler em < 1 minuto

A PSP e a GNR detiveram até às 17h00 de hoje 22 pessoas por desobediência e fecharam 145 estabelecimentos, informou o Ministério da Administração Interna (MAI).

A tutela, salienta, em comunicado, que desde as 00:00 de 03 de abril a PSP e a GNR “têm vindo a desenvolver uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população” para evitar a propagação do novo coronavírus, que desenvolve a doença covid-19, e que em Portugal já provocou 311 mortes.

No âmbito dessa atividade, adianta o MAI, a PSP e a GNR detiveram 22 pessoas pelo crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência, e encerraram 145 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

O MAI adianta que “estes números juntam-se aos verificados no primeiro período do estado de emergência, que vigorou entre 22 de março e 02 de abril, durante o qual se registaram 108 detenções por crime de desobediência e foram encerrados 1.708 estabelecimentos comerciais”.

No comunicado, o Ministério da Administração Interna, “perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da covid-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência”.

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Última Hora