Governo prepara repatriamento de cidadãos portugueses

Portugal enviou esta segunda-feira o seu segundo pedido de apoio ao Mecanismo Europeu de Proteção Civil para repatriamento de portugueses em países estrangeiros,.

Tópico(s) Artigo

  • 21:44 | Terça-feira, 24 de Março de 2020
  • Ler em < 1

Portugal enviou esta segunda-feira o seu segundo pedido de apoio ao Mecanismo Europeu de Proteção Civil para repatriamento de portugueses em países estrangeiros, neste caso do Peru.

O primeiro pedido de cofinanciamento comunitário destinou-se ao transporte – de Marselha para Lisboa – dos portugueses retirados da cidade chinesa de Wuhan e realizado por uma aeronave da Força Aérea Portuguesa.

No caso do pedido formalizado ontem, através da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o voo de repatriamento em causa trará igualmente cidadãos europeus de outras nacionalidades.

Este voo será realizado por um avião da TAP com capacidade para transportar 298 passageiros. Segundo os dados disponíveis, serão repatriados cidadãos portugueses e de 17 outras nacionalidades.

O Mecanismo Europeu de Proteção Civil acompanha de forma muito próxima e ativa a situação relacionada com a pandemia COVID19, funcionando como um hub fundamental no quadro da UE para apoio aos países mais afetados.

Relativamente a outro tipo de equipamentos, Portugal está a participar no processo comum de aquisição de máscaras, óculos, ventiladores e kits de teste através do referido Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Importa recordar que Portugal foi dos últimos países europeus a ser afetado por esta pandemia. Neste quadro, um eventual pedido de assistência no âmbito do Mecanismo Europeu deverá ter em conta que a maioria dos restantes países já se encontra em situação crítica e a capacidade de entreajuda fica substancialmente afetada.

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Última Hora