Talvez urbe!

Excluindo os motivos apressadamente, tão óbvios como oficiais, não nos precipitemos. A pobreza está em sítios improváveis, diria em lugares de memória, tão curta e seletiva como parcial.

Tópico(s) Artigo

    • 12:09 | Quinta-feira, 25 de Junho de 2020
    • Ler em < 1

    As aldeias pobres do Norte e Centro, afinal estão mais a Sul, os agora irredutíveis núcleos do vírus: Lisboa, Sintra, Loures e Odivelas, assim identificadas pelo próprio primeiro-ministro.

    Excluindo os motivos apressadamente, tão óbvios como oficiais, não nos precipitemos. A pobreza está em sítios improváveis, diria em lugares de memória, tão curta e seletiva como parcial.

    Depois há diversas pobrezas, a falta de quase tudo, a falta de abundância e a falta.

    Temos ainda as aldeias No Brasil, “aldeia” denomina povoação indígena e “Vila” aldeia não indígena.

    Lá no fundo, não gostamos de estigmas, mas acabamos olhando as palmas das mãos

    Gosto do artigo
    Publicado por
    Publicado em Opinião
    mersin escort porno porno izle sex hikayeleri maltepe escort pendik escort izmit escort