A embalagem e a mensagem

Se pensarmos mais longe, descobrimos que, por cá, ninguém trata da imagem dos bombeiros. E talvez seja mesmo esse o propósito. A mim, custa-me que sejam tratados como uns tipos porreiros, com ar de labregos, que bebem umas "bejecas". Uma tropa fandanga. Pior imagem, não é possível. E choca-me. Porque sei que os bombeiros não são nada disso.

Tópico(s) Artigo

  • 14:04 | Quinta-feira, 08 de Abril de 2021
  • Ler em 2 minutos

A SIC passou, há pouco, uma novela “Terra Brava“. Do conjunto dos intérpretes, faziam parte elementos de uma suposta força de segurança, designada “GNP”, em tudo igual à GNR, só o nome é que não. E no interior do quartel, a postura dos “agentes” não ultrapassava o razoável. Suponho que a tutela não tenha autorizado, e bem, o aproveitamento do nome para cenas de ficção e entretenimento. Razões institucionais.

Passa, agora, outra, “Amor, Amor”. Em vez de uma força de segurança aparecem bombeiros, integrados numa associação, que é autónoma na gestão das suas coisas. Não escondem fardas nem identidades. Acontece que o comandante é um tipo meio tonto, gago, medroso, que ninguém leva a sério e que obedece cegamente à mulher. E no interior do quartel, há um bombeiro fardado que vende umas bebidas maradas, que se cala quando uma velhinha, viúva do ex-comandante, desata a gritar, há recusas de serviço, altercações que subvertem a autoridade e umas bombeiras boas que se dão a simpatias.

Sei que tudo isto é a brincar. Mas revela um pouco a diferença com que a tutela, a AENPC, encara as duas forças. Uma, protege, cuida da sua imagem. Outra, não quer saber da imagem um pouco “baldas”, desorganizada. E a sua representante, a LBP, não se livra de responsabilidades e não fica bem na fotografia.

Nada, contudo, que me surpreenda no seu laxismo. A autonomia é como a liberdade, não pode servir para tudo. Se o objectivo era promover a imagem dos bombeiros, saiu furado. Bastava repensar os intérpretes e os diálogos para tudo ser diferente. Se pensarmos mais longe, descobrimos que, por cá, ninguém trata da imagem dos bombeiros. E talvez seja mesmo esse o propósito. A mim, custa-me que sejam tratados como uns tipos porreiros, com ar de labregos, que bebem umas “bejecas”. Uma tropa fandanga. Pior imagem, não é possível. E choca-me. Porque sei que os bombeiros não são nada disso.


 

(Foto DR)

Gosto do artigo
Palavras-chave
Publicado por
Publicado em Opinião

Office Lizenz Kaufen Windows 10 pro lizenz kaufen Office 2019 Lizenz Office 365 lizenz kaufen Windows 10 Home lizenz kaufen Office 2016 lizenz kaufen windows lisansları windows 10 pro satın al follower kaufen instagram follower kaufen porno