O Perigo é de COLAPSO TOTAL da DIGNIDADE INSTITUCIONAL do ESTADO PORTUGUÊS

por Norberto Pires | 2014.06.21 - 12:35

Os jornais afirmam que no GES, Grupo Espírito Santo, os responsáveis máximos esqueceram-se de declarar milhões de euros ao fisco (a isso chama-se evasão fiscal), tinham operações com contabilidades paralelas (isso é crime), buracos monumentais (isso é mascarar e manipular contas, ou seja, é crime), fizeram aumentos de capital cheios de suspeitas (precisa de ser investigado), e emprestavam dinheiro aos amigos, e familiares, sem controlo perdendo o rasto de mais de 5 mil milhões de euros (isto é tudo junto: crime, evasão, promiscuidade entre poder político e financeiro, etc., etc., etc.).

Perante isto que faz o nosso BANCO DE PORTUGAL, supervisor do sistema bancário nacional? Que aprendeu com o BCP, com o BPP e com o BPN?

Só tinha uma medida séria: nenhuma das pessoas envolvidas (e são várias) poderia estar no negócio bancário, seja ele na administração do grupo, de qualquer subsidiária, grupo de aconselhamento, estratégico, etc. E deveria desconfiar FORTEMENTE de qualquer recomendação feita por essas pessoas.

As instituições do Estado, começando pelo Banco de Portugal e o Ministério Público, deveriam PROMOVER imediatamente um esclarecimento cabal de toda a situação, com esclarecimento público. Se não o fizerem, como fazem os países em que há um Estado de Direito, está tudo em causa.

O PERIGO, ao contrário do que terá argumentado Pedro Passos Coelho e Maria Luís Albuquerque, não é sistémico (entendido aqui ao sistema financeiro). É de COLAPSO total de todo o sistema financeiro, sim, mas também da confiança dos cidadãos no Estado e nas suas instituições e da DIGNIDADE institucional do Estado.

Professor Associado da Universidade de Coimbra foi Presidente do Conselho de Administração do Coimbra Inovação Parque e Membro do Conselho Nacional para a Ciência e Tecnologia. Possui Mestrado em Física Tecnológica e Doutoramento em Robótica e Automação pela Universidade de Coimbra. É o Editor do jornal "Robótica". Autor de cinco livros na área da robótica e automação tendo publicado mais de 150 artigos científicos e tecnológicos.

Pub