Câmara de Lamego: chega de dívida!

por Manuel Ferreira | 2014.12.15 - 11:40

 

A Câmara, na sua última reunião de executivo, propôs a contratação de mais um empréstimo de curto prazo, até ao montante de 700.000.00 Euros, eventualmente para acorrer a dificuldades de tesouraria durante o ano de 2015.

Aliás, uma prática banal neste executivo. É preciso fazer alguma coisa de essencial, ou dar nas vistas com alguma obra, e como não se tem dinheiro, pede-se empréstimo para concretizar o pretendido. Foi assim que, de empréstimo em empréstimo, a curto ou médio e longo prazo, “chutando” a bola para a frente, todos sabemos onde foram cair as finanças do município. Estamos perante uma autêntica desgraça. E, agora, os lamecenses sabem porque a Câmara teve de recorrer a um programa de saneamento financeiro e ao PAEL (Programa de Apoio à Economia Local), porque tem as taxas de água e saneamento mais caras do país, o IMI e o IRS próximos das taxas máximas, a derrama e outros impostos municipais a serem cobrados sem ponderação e moderação.

Por isso nos opusemos a mais um empréstimo que, ainda que seja uma prática comum em muitos executivos, demonstra mais uma vez a falta de gestão cuidada, rigorosa e prudente da Câmara. O executivo da Câmara deve ser diligente e eficiente, sabendo aferir os meios necessários a uma boa gestão de tesouraria.

Estamos perante mais um empréstimo bancário que vai onerar ainda mais a já difícil situação financeira da Câmara Municipal. Empréstimo que pode estar em conflito real com o PAEL, não cumprindo os seus pressupostos, aumentando ainda mais os riscos de excesso dos limites de endividamento a que a autarquia está obrigada.

Manuel Ferreira tem 49 anos e nasceu em Lamego. Casado, dois filhos. É licenciado em Filosofia pela Universidade de Letras do Porto. Possui a Especialização em Administração e Gestão Escolar e é Mestre em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa. Militante socialista desde 1996, foi membro da Assembleia Municipal de Lamego entre 1997 e 2001 e Secretário do Gabinete de apoio do pessoal do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lamego entre 2001 e 2005 e membro da Comissão Política durante vários anos. Atualmente é Presidente da concelhia de Lamego do PS e membro da Comissão Política da Federação de Viseu.

Pub