O secretário de Estado da Juventude e Desporto ainda com a Movijovem às costas?

por Paulo Neto | 2016.12.03 - 17:00

 

 

Há “carrapatas” que são como as carraças. Grudam nas orelhas e parecem ser como a Toyota: “vieram para ficar!”.

O mesmo parece acontecer com o ex-deputado socialista (nem teve tempo de aquecer o lugar…) e actual secretário de Estado da Juventude e Desporto que continua com o espectro de um passado a pairar-lhe sobre a imagem jovem e desportista, de político que fará muito ginásio nas ecopistas do poder.

Talvez por isso, recorrentemente, alguma imprensa séria e com memória vai buscar os “esqueletos” guardados no armário que, ainda hoje não foram claramente dilucidados, passando à história dos mistérios por resolver, como foi o caso, por exemplo e para não ir mais longe, da Lusitânia, aquela associação de desenvolvimento regional da qual se “evaporaram” 25 milhões de euros como se de fumo se tratasse…

A passagem de João Paulo Rebelo pela Movijovem foi algo tumultuosa e actualmente, o “boiante” assunto veio à tona porque, segundo o Jornal i, essa cooperativa que gere as pousadas da juventude “está tecnicamente falida”, com uma dívida à CGD de 9 milhões de euros.

movijovem-1-1263x560

A partir daqui, num curto “flashback”, o Jornal i recorda tempos idos acerca de “pagamentos adiantados na ordem dos 900 mil euros, feitos pelo actual secretário de Estado João Paulo Rebelo, a empresas para obras de eficiência energética nas pousadas que não chegaram a ser realizadas”, tendo Emídio Guerreiro, anterior secretário de Estado da mesma pasta, levantado essas dúvidas. Mais acrescenta que o caso está nas mãos do MP.

Curioso é uma dessas empresas pertencer ao Grupo Lena, de Leiria e, em Janeiro de 2014, o jovem viseense ter feito uma sociedade (Legenda Transparente, Lda.) com um administrador do Grupo Lena Comunicações para aquisição de um jornal de Viseu, cuja participação vendeu mal foi eleito deputado. Sem quaisquer dúvidas uma mera coincidência.

Nesta vida de políticos, penso eu, haverá conhecimentos que a vida nas suas vicissitudes nos propicia que são como os diamantes… eternos. Que o diga James Bond, Mister 007.

Ler aqui…

http://ionline.sapo.pt/artigo/536361/movijovem-com-divida-a-cgd-de-9-milhoes-?seccao=Portugal_i