Ébola, o vírus que anda por aí

por Paulo Neto | 2014.10.13 - 12:30

 

 

Na vizinha Espanha e em colaboração com a UNICEF já começou a ser distribuída informação sobre este surto epidémico.

Em Portugal, nem por isso…

E porém, já houve a primeira suspeita de uma mulher de 45 anos internada no Hospital de S. João, no Porto, felizmente não confirmada.

A DGS já deu sinal.

Nos EUA surge outro caso, também de um profissional de saúde, como sucedeu em Madrid. E assim sucessivamente. Classe de risco, quotidianamente em contacto directo com todas as doenças. Logo, mais exposta.

Sem quaisquer alarmismos já aqui abordámos este assunto, em:

http://www.ruadireita.pt/editorial/a-africa-tudo-chega-e-a-europa-nao-tarda-6006.html

Se em França, Le Pen já faz o aproveitamento mediático/xenófabo do “mal”, serenamente, em todo o mundo, deveriam tomar-se as adequadas medidas profilácticas, enquanto os grandes laboratórios mundiais ainda fazem contas ao investimento…

Algumas, básicas, estão neste cartaz distribuído em Espanha.

Portugal , com tantos emigrantes e empresários no mercado africano, também devia informar…

É o mínimo.