Cartelização das seguradoras?

Não cremos que tal seja hoje em dia possível. Primeiro porque os lucros deste sector são bilionários; Segundo porque a entidade reguladora do sector, a ASF, Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, nunca o permitiria; Terceiro porque as seguradoras a operar em Portugal, nacionais ou multinacionais, no âmbito rodoviário e/ou outro, são […]

  • 18:01 | Segunda-feira, 26 de Agosto de 2019
  • Ler em < 1

Não cremos que tal seja hoje em dia possível.

Primeiro porque os lucros deste sector são bilionários;

Segundo porque a entidade reguladora do sector, a ASF, Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões, nunca o permitiria;

Terceiro porque as seguradoras a operar em Portugal, nacionais ou multinacionais, no âmbito rodoviário e/ou outro, são de uma irrepreensível seriedade.

Todavia, provavelmente por deficiência comunicacional, o utente não percebe o porquê de, de ano para ano, sem sinistros, a sua apólice subir vertiginosamente de preço ao invés de descer, recompensando assim o condutor previdente, cauteloso e atento.

Por isso, caro leitor… Fiscalize com periodicidade as suas apólices e, caso presencie um aumento inusitado e inesperado da tarifa, sem que tal aumento lhe tenha sido previamente comunicado, não hesite: Prospecte o mercado e mude de companhia, pois elas proliferam por aí como míscaros na caruma húmida.

Em derradeiro recurso apresente queixa à ASF, requerendo explicações para o seu caso concreto.

Aliás, esta situação já ocorreu num passado recente e foi alvo de notícia, assim como moralizada, cremos nós . Leia aqui…

Paulo Neto

Gosto do artigo
Publicado por
Publicado em Editorial
mersin escort porno porno izle sex hikayeleri maltepe escort pendik escort izmit escort