Falta de Vergonha

por Alexandre Borges | 2017.06.01 - 15:54

 

 

É sempre espantoso assistir em directo a alguém cheio de responsabilidades passear uma atitude notoriamente desenvergonhada. Ontem Passos discursou no final de mais umas jornadas parlamentares do PSD e, no fundo, demonstrou que é um sem vergonha. Alguém falhou, para além do próprio, na sua educação moral e ética.

Aquele que num passado recente pediu o regime de exclusividade parlamentar, com a respectiva subvenção suplementar, enquanto tratava de planear com Relvas cursos de técnico de aeródromo na Tecnoforma, apoiados por fundos comunitários e tratava do Conselho Português da Cooperação – tendo depois “justificado” que os milhares que recebia mensalmente eram ajudas de custo e não vencimentos, aquele que não sabia que tinha de pagar contribuições à Segurança Social, sente-se confortável com a oposição desavergonhada que faz.

Diz agora que saiu do Governo que é preciso reformar a Segurança Social (a tal para a qual ele não contribuía), afirma que é preciso reformar o sistema político (agora que Portas está para México). Afiança à segunda que o País está de rastos porque a Geringonça destruiu o que ele construiu e à terça assegura que Portugal está assim-assim porque o actual Governo adoptou a política da PàF, numa oposição ridícula, sem rumo, sem lógica, contraditória, inútil e desavergonhada.

Se Passos tivesse vergonha e gostasse de Portugal e dos portugueses já se teria demitido. Se não estivesse ladeado por gente acrítica e bajuladora que nunca destoa, há muito que já teria acordado. Não há ninguém que lhe diga que para demonstrar apego ao país não basta trazer um pin na lapela? O país necessita de uma oposição forte e construtiva e Passos já provou que não serve para nem para primeiro-ministro, nem para líder da oposição. A falta de vergonha do líder do PSD é tanta que assiste, serenamente e como se não tivesse nada a ver com isso, ao inusitado panorama de termos partidos que suportam o governo a fazer mais oposição e por corrigir o rumo ao mesmo, que o próprio PSD. Não dará ele conta disso?

Natural de Canas de Senhorim. Licenciado em geologia pela UC. Virulentamente bombeiro. Gosta de discussões cordiais, de vaguear pelo mundo munido de auscultadores.

Pub