Ironias do PS Viseu… numa mera fotografia

por Paulo Neto | 2018.03.19 - 12:16

 

 

Esta fotografia que fez capa de jornal, foi mandada tirar por mim no início de Julho de 2012 e a propósito da reeleição de João Azevedo para a Federação do PS Viseu.

Agora, perante a reeleição de António Borges para o mesmo cargo, o mesmo António Borges que se candidatou contra João Azevedo e hoje, conseguiu uma segunda retumbante vitória do tipo “norte-coreano”, só nos resta concluir que o PS Viseu tem um rosto e tem um nome: António Borges.

Os restantes são meros peões de brega, numa tourada à antiga portuguesa, com muitos rabejadores à mistura e capinhas em pontas..

Mas o curioso desta fotografia é a sua composição.

Se na fila da frente estão, da esquerda para a direita, Elza Pais, hoje em ruptura com Borges, eleita  deputada pelo círculo eleitoral de Coimbra; Marco Almeida, actual presidente da Junta de Freguesia de Mangualde, que julgamos não se rever com afã na política distrital de Borges; Lúcia Silva, indefectível apoiante de Borges e Ginestal, actual deputada por Viseu; João Azevedo, afastado por Borges e pelo “grande amigo”, Miguel Ginestal; Helena Rebelo e Joaquim Santos, um homem de irrefragável honestidade política e uma voz incómoda no PS, pela sua frontalidade… na fila de trás, João Paulo Rebelo, que conseguiu todos os seus intentos numa oportuna maratona ziguezagueada, estando em beatífica paz com todos; o dito Miguel Ginestal, grande amigo de João Azevedo e até de José Junqueiro (que o lançou na política), saído agora de cena, mantendo-se eventualmente apenas a manejar cordéis nos bastidores, ingressado na indústria farmacêutica, decerto por formação académica ou “pendant“, irmão do candidato à concelhia, o opositor de Lúcia Silva, o brilhante e promissor Gonçalo Ginestal, director do IEPF Tondela, quase por artes mágicas; um jovem que não conheço e a quem peço desculpa por isso; um tal enfermeiro Cruz que se guindou a deputado da Nação e, bem lá atrás, recatado e semi-ocultado, sorriso irónico na fácies… o “dono-disto-tudo-no-ps-viseu”, o engenheiro-ex-segurista-ex-autarca-comendador-ex-deputado-administrador-das-águas-presidente-da-federação, o invencível António Leitão Borges. O homem que veio das margens do Douro, viu e venceu.

Parabéns a Borges e à sua afinada equipa de militantes com as quotas em dia, fidelíssimos e activos também na missão de o eleger. Bravo!

A pergunta é esta: Como ficaria HOJE uma fotografia com estes figurantes?