Vila Nova de Paiva – As escadas da discórdia

por Rua Direita | 2014.08.29 - 23:55

A  Igreja Matriz de Vila Nova de Paiva é o ex-libris da localidade.

Dantes era assim:

igreja2

Obra do início do século XVII, contém no seu interior vestígios de um templo românico.

Ultimamente a escadaria de acesso existente foi achada insuficiente (?).

E ficou assim:

igreja

A  autarquia, decerto em consenso com a diocese, entregou o projecto a um engenheiro ou arquitecto e saiu o que se vê.

Toneladas de granito “novo” em nada condizentes com a vetustez da Igreja, numa desmesura inadequada à dimensão do templo (que anula…) e com escadas descentradas até do ângulo de entrada.

São velhas e seculares as questões de “bom senso e bom gosto”.

É matéria subjectiva. Há quem goste e quem deteste.

O IPAR certamente que se pronunciou e deu parecer positivo.

A Câmara gostou. O “estilista” esmerou-se na monumentalidade. Barrelas ficou mais feio…

A Igreja Matriz encolheu…

 

Nota: A imagem principal mostra a Igreja num desenho de Bernardo Marques, que ilustra um edição rara de “O Malhadinhas”, datada de 1946.

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub