Plataforma criada na UC acompanha duas dezenas de jovens em risco

por Rua Direita | 2016.05.06 - 11:44

 

 

Duas dezenas de jovens de todo o país, saídos de instituições de acolhimento, estão já a ser acompanhados pela Plataforma de Apoio a Jovens Ex-Acolhidos (PAJE), lançada no início deste ano por João Pedro Gaspar, investigador da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC).

Na sua maioria, os jovens requerem apoio nas diferentes áreas de atuação da PAJE, tais como saúde, educação, financeira, psicológica e outras. Devido à natureza dos casos, a Plataforma está a prestar um acompanhamento prolongado porque, explica João Pedro Gaspar, «são situações muito complexas que não têm resolução com uma intervenção única

Por exemplo, esclarece o investigador da UC, «temos o caso de um jovem que nos procurou numa situação de desespero (verbalizando mesmo a palavra suicídio): não possuía cartão do cidadão, tinha medicação psiquiátrica imprescindível para comprar e que já não tomava há mais de um mês por falta de dinheiro, dois processos judiciais em curso, sendo que um deles era grave e urgente (correndo o risco de ser preso), sem habitação, numa situação de desemprego, com baixa autoestima, sem autoconfiança e com défices de competências sociais e emocionais

Também o número de voluntários na plataforma triplicou, passando de 10, na fase de arranque, para 30 voluntários atualmente. A colaboração é muito variada, desde a organização de eventos e divulgação da PAJE até ao acompanhamento dos casos, entre outros serviços.

O responsável da PAJE realça ainda que «temos sido contactados por organizações nacionais de diferentes áreas no sentido de se inteirarem sobre o projeto e de estabelecer eventuais protocolos. Além destes, outros contactos estabelecidos por empresas já originaram uma dezena de parcerias em áreas como a saúde, restauração, educação, arte e cultura. Também a nível internacional já fomos contactados por algumas organizações de apoio a jovens e com quem temos articulado de forma a estabelecermos parcerias

No entanto, a PAJE necessita de angariar fundos para cumprir os seus objetivos e satisfazer as necessidades dos jovens que a procuram. Por isso, vai marcar presença em várias iniciativas previstas para os próximos meses na cidade e na região de Coimbra, e promover um vídeo de sensibilização junto da população: https://youtu.be/meqna4STAPA.

A PAJE pretende igualmente realizar ações de formação e de sensibilização junto dos jovens ainda acolhidos e dos seus cuidadores, fomentando a autonomização dos primeiros e a qualidade do acolhimento. Em paralelo, aproveitando a égide da Unidade I&D da Universidade de Coimbra – Instituto de Psicologia Cognitiva (IPCDHS/FCT), irão ser desenvolvidos estudos e projetos de investigação, perspetivando conhecer a realidade atual neste domínio.

 

Cristina Pinto

AI – Universidade de Coimbra• Reitoria

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub