Operação “Hermes – Viajar em Segurança” – Balanço 3.ª fase

por Paulo Neto | 2017.08.04 - 10:31

 

 

A Guarda Nacional Republicana intensificou, entre os dias 28 e 30 de julho, as ações de patrulhamento e apoio aos utentes das vias rodoviárias, com o objetivo de garantir a sua segurança durante as deslocações de e para os locais de veraneio e eventos de diversa natureza próprios desta altura do ano.

Durante os três dias desta 3.ª fase da Operação Hermes e comparativamente à operação homóloga de 2016, registaram-se:

  • 694 acidentes (mais nove);
  • Três mortos (menos um);
  • 20 feridos graves (mais cinco);
  • 259 feridos leves (menos 19).

Além dos apoios aos condutores durante as viagens, foram também realizadas diversas ações de fiscalização, tendo sido:

  • Detidos 158 condutores:

o   120 condutores por condução com taxa de álcool no sangue (TAS) igual/superior a 1,2 gramas/litro;

o   38 por falta de habilitação legal para o exercício da condução.

  • Detetadas 4 082 infrações, destacando-se:

o   1632 por excesso de velocidade;

o   379 por condução com uma TAS superior ao permitido por lei;

o   222 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

o   115 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;

A Operação Hermes decorre durante todo o período de veraneio. As próximas fases da operação decorrerão nos seguintes períodos:

  • 4:º fase – 11 a 13 de agosto;
  • 5.ª fase –  25 a 27 de agosto;
  • 6.ª fase – 1 a 3 de setembro.

 

 

O Comando Territorial Viseu, durante os três dias desta Operação e, comparativamente a operação homóloga de 2016, registou:

  • 29 acidentes (menos 14);
  • não registou mortos (igual);
  • um ferido grave (menos 1);
  • 14 feridos leves (menos 8).

Resultado das ações de fiscalização realizadas durante o período da Operação, registaram-se 129 infrações, destacando-se:

  • 106 por excesso de velocidade;
  • oito por condução com uma TAS superior ao permitido por lei;
  • seis por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • quatro por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;

Foram ainda detidos 3 condutores por condução com taxa de álcool no sangue (TAS) igual/superior a 1,2 gramas/litro.