Município de Tondela questiona projeto e modelo de gestão da nova autoestrada e do atual IP3

por Rua Direita | 2014.12.17 - 18:04

 

 

O Município de Tondela reafirma a sua determinação em contribuir de forma construtiva para a concretização do projeto relativo à requalificação da atual ligação a Coimbra pelo IP3, sabendo que este investimento é fundamental para competitividade da economia da região e do país, tão determinante para o futuro das nossas gerações.

Assim, o Município aguarda pela definição concreta da calendarização deste projeto e do seu modelo de concurso, pois de acordo com os dados tornados públicos, perspetiva-se que esta via comece a ser sem que se conheça, até ao momento, o seu traçado completo.

Ora, como no passado recente afirmámos (aquando da apresentação do estudo do Grupo de Trabalho das Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado, e posteriormente no PETI3+), entendemos que nos troços onde a nova auto-estrada possa coincidir com o atual IP3, por transformação em perfil de autoestrada com a construção de mais uma faixa de rodagem, não poderão esses mesmos troços ser portajados, por não existir alternativa.

De igual forma, é legítimo que seja portajada nos troços que sejam autoestrada de raiz.

Não se optando por esta solução, o investimento que se traduziria numa vantagem competitiva será transformado num constrangimento incompreensível e insustentável para o desenvolvimento da região, com custos acrescidos para as famílias e para as empresas.

Neste contexto, o Município de Tondela irá solicitar reuniões a Estradas de Portugal e com o Sr. Secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, para análise das diferentes problemáticas associadas a esta matéria.

 

ATGomes

 

(foto DR EP)

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub