Micro Fórum do Rio Dão (Somos Feitos do Rio Dão)

por Rua Direita | 2019.07.03 - 06:06

Na bacia hídrica do Rio Dão e em tudo que vem ‘do Dão’ existe o potencial e a necessidade de desenvolver uma identidade regional enraizada em sustentabilidade. Para além de ser a principal fonte de água para consumo humano desta região, o Rio Dão dá origem a uma paisagem diversificada sendo, com o rico património associado, uma referência identitária do território que atravessa. Para além do muito que dá, está sob várias ameaças tal como; a perda de biodiversidade, os focos pontuais e difusos de poluição, as secas, a silvicultura intensiva, desertificação e incêndios florestais. Atentos a esta realidade pouco tratada na região e com reduzida projeção institucional e mediática, um Coletivo de Cidadãos do vale do Dão decidiu organizar o Micro-Fórum do Rio Dão

Neste fórum, o rio e a sua envolvente será o foco central ao qual todos os assuntos apresentados estão relacionados. O tema abrangente é desenvolvimento sustentável e o objectivo é dinamizar um debate sobre as atividades que sustentam é as que ameaçam a vida no vale do rio Dão. O fórum é aberto a toda a comunidade, para, sob diferentes perspetivas, se debater o Rio Dão.

O programa

Pedro Baila Antunes caracterizará o Rio Dão, ao nível da hidrologia, da qualidade da água e da sua ecologia fundamental.
Freya van Dien relatará a experiência única “O Caminho do Dão”, quando recentemente percorreu a pé o vale do Rio Dão, da nascente à foz.
Fernando Carrilha, através do exemplo da unidade turística Moinhos do Pisão, Nelas, abordará o potencial turístico – próximo da natureza – do Rio e da sua bacia hidrográfica.
Nuno Gomes e Sarah Macleod, do empreendimento agrícola Quinta da Fontanheira, Santa Comba Dão, demonstrarão a relevância da atividade agrícola na paisagem e na economia local, num quadro de uma ocupação do solo naturalizado, amigo do ambiente.
O historiador António Tavares da Câmara Municipal de Mangualde apresentará a comunicação “Por este Rio abaixo”, caracterizando o vasto património histórico no Rio e na sua envolvente e como estes se articulam.
Diego Garcia, a partir de diversos estudos e levantamento que tem realizado, apresentará as ameaças à qualidade da água e os principais impactes ambientais que estão a afetar sobre o Rio Dão.
Paulo Barracosa, Biólogo, professor no Instituto Politécnico de Viseu através do conhecimento da realidade ecológica do Rio e da sua bacia, incluindo a realização de diversos estudos científicos, apresentará a palestra “A Biodiversidade e a Paisagem que Dão identidade a um Rio”.
Helena Freitas, professora na Universidade de Coimbra, concluirá as comunicações do Fórum abordando a valorização do Interior e como o Rio Dão pode ser fundamental para um desenvolvimento sustentável do território.

Haverá um momento de debate alargado sobre todos os assuntos pertinentes tratados. No final serão destacadas, e posteriormente publicadas, as principais conclusões do Micro-Fórum do Rio Dão.

O evento decorrerá na tarde do dia 6 de julho na Rua da Senhora da Boa Morte, nº18, (Associação Venha a nós a Boa Morte), Viseu.

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub