Greve Climática Estudantil

por Rua Direita | 2019.05.15 - 09:29

Viseu junta-se ao movimento mundial da Greve Climática Estudantil, lançando um manifesto que apela à participação e organização de todas e todos os alunas e alunos do distrito, nas suas escolas, nas suas cidades e vilas para que a mudança comece já.

Este movimento está a ser organizado por um núcleo de estudantes com o apoio da Plataforma Já Marchavas, através de reuniões abertas, tendo até ao momento realizado quatro reuniões e uma oficina de construção de cartazes.

Em Viseu, os estudantes estão a organizar uma concentração e protesto no Rossio, com início às 10h15, de dia 24 de maio.

Manifesto Greve Climática Estudantil de Viseu

Tempos sombrios aproximam-se. Cada vez mais são evidentes as consequências do menosprezo da Humanidade perante o ambiente. Desde o aumento de catástrofes naturais, passando pela poluição atmosférica e ritmo cavalgante de extinção de espécies, até ao maior número de mortes humanas.

Está mais do que na altura de agirmos. Está na altura de marcharmos. Está na altura de reagirmos. Está na altura de evitarmos uma hecatombe que aniquile todo o ser humano.

O enfoque do ambiente nas políticas internas deve ser uma das nossas maiores prioridades, no entanto isso não se verifica. Cada vez mais os líderes políticos, sociais e económicos desprezam este tema, especialmente numa altura em que a incidência de vicissitudes é cada vez maior.

No nosso distrito, a lista de problemas é numerosa, a falta de interesse ambiental e a abundância de interesses económicos são alguns dos fatores que contribuem para tal.

Verificam-se nos nossos concelhos, vários atentados ambientais que colocam em causa a salubridade das nossas linhas de água, contaminadas pelo deficiente tratamento de águas residência e por unidades industriais desrespeitadoras nas normas europeias, o uso de produtos cancerígenos como o glifosato, a má gestão florestal que origina fogos apocalípticos por abuso da monocultura do eucalipto em detrimento das espécies nativas, a construção de infraestruturas sem estudos de impacto ambiental e as minas a céu aberto, entre tantos outros atentados ambientais resultantes de atividades que apenas têm como fim o lucro predador e o estímulo do consumo não sustentável, atividades que colocam em risco a diversidade de espécies e por consequência colocam em risco o próprio futuro da humanidade correndo a nossa geração o risco de pagar pelos erros cometidos por quem já não sofrerá as consequências da sua ganância.

É, justamente, contra estas ocorrência que manifestamos e que apresentamos este documento de intervenção.

Não marchamos por marchar, nem porque temos boas pernas! Marchamos para assegurar e lutar pelo nosso futuro, pelo futuro dos nossos filhos e netos e para que esse futuro seja repleto de prosperidade cultural e não de dívidas ambientais deixadas pelos nossos antepassados!

Não queremos um futuro nefasto, de destruição e morte! Não comprometemos o futuro!

Por isso pedimos a todos que deixem o sedentarismo e que apoiem esta causa, que se juntem para que a vossa voz seja ouvida e sejam tomadas medidas que nos encaminhem para um futuro saudável, livre de poluição e corrompido pela ambição humana.

Os estudantes de Viseu aderem, assim, à greve climática estudantil pelo ambiente que cada vez mais se ressente continuando, porém, a ser ignorado.

Acordemos! Vamos todos erguer-nos e lutar pelo que é nosso. Façamos greve dia 24 de maio. Organiza-te na tua escola e na tua cidade, manifesta-te, faz pelo clima e pelo teu futuro!

EM VISEU COMPARECE NO DIA 24 DE MAIO ÀS 10.15H NO ROSSIO, TRAZ OS TEUS AMIGOS PARA ESTE EVENTO DE PROTESTO

O movimento pode ser acompanhado online através das redes sociais:

www.instagram.com/greveclimaticaviseu

www.facebook.com/greveclimaticaviseu

www.facebook.com/greveclimaticaviseu

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub