Eleições PS Lamego – Carta Aberta de Manuel Ferreira

por Rua Direita | 2017.01.01 - 18:50

Carta Aberta

Caro amigo militante e simpatizante do PS

Lamecenses

 

Na sequência do ato eleitoral levado a cabo na Comissão Concelhia de Lamego do Partido Socialista com vista à designação do candidato ao primeiro lugar da lista candidata à Câmara Municipal e Lamego nas próximas eleições autárquicas, e dos acontecimentos que se lhe seguiram, é absolutamente necessário que vos diga o seguinte:

A necessidade de repetição do ato eleitoral para a designação do candidato ao primeiro lugar da lista candidata à Câmara Municipal de Lamego nas eleições autárquicas de 2017, pois foi SEMPRE a solução que defendi e estive disposto a aceitar desde o anúncio público dos resultados, realizado pela presidente da Mesa, na reunião da Comissão Política de 17 de dezembro.

Não fosse assim pela própria natureza do resultado – empate entre os dois candidatos – tal solução tornou-se, a meu ver, inevitável depois dos acontecimentos que se sucederam e que colocaram irremediavelmente em crise a legalidade e transparência que devem caracterizar os processos deste género.

De modo a não dar cobertura a polémicas estéreis e espúrias, pautei sempre o meu comportamento, neste processo, pela prudência e serenidade, ao contrário de outros que tudo fizeram para instigar o ruído e a desinformação, quer nas redes sociais, quer na opinião pública.

Nenhum outro comportamento tive senão o de aceitar e defender os resultados publicamente anunciados em ato próprio pela presidente da Mesa, e por conseguinte de rejeitar uma recontagem de votos ocorrida vários dias após a realização do ato eleitoral e sem que a inviolabilidade dos votos se encontrasse assegurada no período que mediou a eleição e a recontagem. É, além do mais, de elementar bom senso!

Assim sendo, fosse qual fosse o resultado do ato eleitoral, sobre o mesmo repousará sempre a mancha do amadorismo e da suspeição. É crucial a sua repetição para que se expurguem os vícios do antecedente.

Não procuro nem aponto culpados. Culpabilidade e responsabilidade são conceitos distintos embora haja quem entenda tratar-se do mesmo.

Se alguma acusação me pode ser imputada, será, porventura, a de pugnar pelo rigor, a transparência e a preservação da legalidade, assim como a de defender que os Comissários tivessem democraticamente a oportunidade de escolher o candidato que representará o Partido nas próximas eleições autárquicas de 2017.

 

Manuel António Rebelo Ferreira

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub