Comunicado do Conselho de Ministros – Orçamento Participativo de Portugal

por Rua Direita | 2017.01.19 - 20:37

Comunicado do Conselho de Ministros

1. O Conselho de Ministros aprovou hoje a resolução que estabelece os princípios técnicos, a metodologia e as regras de operacionalização aplicáveis à primeira edição do Orçamento Participativo Portugal (OPP).

O Orçamento do Estado para 2017 determinou um valor de três milhões de euros para esta iniciativa, através da qual os cidadãos são chamados a decidir sobre investimentos públicos em diferentes áreas de governação.

As propostas, que podem ser de âmbito nacional ou regional, abrangem políticas públicas nas áreas da Cultura, Agricultura, Ciência, Educação e Formação de Adultos. Nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, os projetos admitidos ao OPP abrangem as áreas da Justiça e Administração Interna.

Podem apresentar propostas todos os cidadãos nacionais e os cidadãos estrangeiros a residir legalmente em Portugal, com idade igual ou superior a 18 anos.

A votação das propostas, a realizar-se entre 1 de junho e 15 de setembro de 2017, será feita através de plataforma eletrónica ou de SMS gratuito, sendo que cada cidadão tem direito a dois votos, um para projetos de âmbito regional e outro para projetos de âmbito nacional. Os projetos vencedores são aqueles que recolherem o maior número de votos.

O Orçamento Participativo Portugal tem como objetivos o reforço da qualidade da democracia, o maior envolvimento dos cidadãos nos processos de decisão e o apoio à coesão económica e social.

 

2. Foi decidida a criação de uma estrutura temporária de projeto designada por Estrutura de Missão para as Comemorações do V Centenário da Circumnavegação comandada pelo navegador português Fernão de Magalhães, a realizar-se entre 2019 e 2022.

São, assim, criadas as condições para a organização das comemorações dos 500 anos da primeira viagem completa em torno do globo, concretizada entre 1519 e 1522, facto histórico que será assinalado não só no âmbito da ação externa e de desenvolvimento regional, como também nas vertentes cultural, científica e económica, em articulação com as instituições de ensino superior e instituições científicas, autarquias locais e demais entidades públicas e privadas.

A Estrutura de Missão fica na dependência do membro do Governo responsável pela área do mar e será presidida por José Manuel de Carvalho Marques, atual Presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, com vasta experiência e conhecimento na coordenação de projetos multiorganizacionais em torno da temática da circum-navegação. Impulsionador da criação da Rede Mundial das Cidades de Magalhães, de que foi vice-presidente, e da Rede de Universidades de Magalhães, foi também responsável pela inscrição da “Route of Magellan. First around the world” na lista indicativa da UNESCO.

(foto DR)

 

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub