CDU denuncia: “Cirurgia Ortopédica fecha portas no Hospital de Lamego”

por Rua Direita | 2015.03.04 - 20:23

 

Depois da cirurgia pediátrica, do funcionamento nocturno do laboratório e da perda de várias valências, chegou agora a vez da Cirurgia Ortopédica fechar portas no Hospital de Lamego.

Desde o dia 3 de Março último, que, sem explicação nem aviso, a Cirurgia Ortopédica encerrou no Hospital de Lamego. A pergunta que assalta agora população, pessoal médico, técnico e auxiliar é, por este andar, qual será o serviço que a seguir o Hospital vai perder?

Confirmam-se assim os piores receios e as várias denúncias feitas pelo PCP desde o início deste processo: Lamego deixou de ter um Hospital Distrital, para herdar um Centro de Saúde grande, premeditadamente transformado em entreposto de triagem à beira da A24. Matam-se assim, a sangue frio, as funcionalidades de um verdadeiro hospital.

Este encerramento vai obrigar os doentes a “passear de ambulância” entre as suas terras e o Hospital de Vila Real, com todos os inconvenientes das distâncias, da incomodidade das longas viagens, do maior afastamento em relação às suas famílias e da sobrelotação do serviço.

Insensível às necessidades e ao sofrimento das populações da região de Lamego, o Governo PSD/CDS, prosseguem o seu desenfreado ataque ao Serviço Nacional de Saúde, privando milhares de utentes, na sua maioria idosos, de beneficiar deste serviço médico de proximidade.

É agora tempo de perguntar ao Presidente da Câmara, se foram estas as “garantias” que o Ministro da Saúde lhe deu, quando em período pré-eleitoral autárquico anunciou que se manteriam todas as valências existentes no anterior Hospital. Podemos concluir que o silêncio até agora mantido pelas autoridades locais sobre o problema significa concordância com esta situação.

O PCP vai de imediato questionar o Ministério da Saúde, através do seu Grupo Parlamentar na Assembleia da República, sobre o encerramento da Cirurgia Ortopédica no Hospital de Lamego e pedir uma reunião urgente à Administração do CHTMAD, uma vez que está posto em causa o direito constitucional aos cuidados de saúde de proximidade da população.

Repudiando esta atitude de eliminação sistemática de serviços e valências no Hospital de Lamego, a Comissão Concelhia do PCP, manifesta a sua total solidariedade às populações abrangidas por aquele Hospital e aos profissionais de saúde que ali trabalham.

Exortam também as populações a que não se calem e protestem contra estas medidas do Governo PSD/CDS, iniciadas no anterior Governo do PS,  altamente lesivas dos seus interesses e direitos.

O PCP continuará a intervir por um verdadeiro Hospital em Lamego com recursos, valências e serviços de qualidade e pessoal suficiente para servir as populações.

 

A Comissão Concelhia de Lamego do PCP

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub