CARREGAL POSITIVO ENTREGA LISTA NO TRIBUNAL COM UMA MÉDIA DE IDADES DE 27 ANOS

por Rua Direita | 2017.08.05 - 12:05

 

O Movimento Carregal Positivo, candidato pelo Bloco de Esquerda à Assembleia Municipal de Carregal do Sal, entregou a sua respectiva lista no passado dia 1 de Agosto, no Tribunal Judicial de Santa Comba Dão.

Somos uma lista jovem, dinâmica, enérgica e também experiente, com a força necessária para melhorar o concelho, apresentar propostas inovadoras, criar consensos… Tudo pelo futuro da nossa vila!

Temos em consideração diversas temáticas, sendo as de preocupação primária a preservação do ambiente e diminuição da pegada ecológica, a manutenção do serviço de distribuição da água, os direitos dos animais e a promoção da saúde e bem-estar dos munícipes.
Desta maneira, a vontade de inspirar uma sociedade mais justa está presente em cada um de nós.

A lista, com os seus 15 efetivos e 5 suplentes (11 elementos do sexo masculino e 9 do sexo feminino), conta com uma média de idades de 27 anos.
Persiste a ideia que os jovens estão afastados e desinteressados pela política, mas, aqui, temos a prova de que assim não tem que ser, desde que se dê espaço de reflexão e de manobra às camadas mais novas.

Catarina Martins, coordenadora da Comissão Política do Partido, ao visitar as instalações de germinação cultural do projeto “Sementeira”, na sede viseense do Bloco, constatou igualmente esta realidade: é de louvar a expressão jovial que se faz sentir nas raízes mais interiores de Portugal, que não se acomoda ou ‘cruza os braços’, falando particularmente do caso do distrito de Viseu.
É importante referir que, enquanto bloquistas e simpatizantes independentes, não subscrevemos a separação de Partido Político com Juventude Partidária – até porque não existe a designada ‘Ala Jovem’ no BE – acreditamos que a partir do momento em que nos tornamos eleitores, e pelo nosso (direito ao) voto valer o mesmo, devemos ser ouvidos de igual forma.

Não é nossa intenção culpabilizar ou ditar juízos sobre terceiros, no entanto a realidade deste distanciamento entre cidadãos jovens e políticas comuns é perpetuado devido à sua narrativa complexa (e cerrada sobre si própria) e à falta de alternativas, num ideal de democracia participativa. O resultado é naturalmente desencorajador.
Só através desta participação é que é possível reverter um presente guiado por interesses individuais.

A política é uma forma real de mudar o mundo e, neste caso, pretendemos construir um rumo diferente do atual para o nosso concelho, sempre no sentido da igualdade de oportunidades, da garantia à educação e cultura e do melhoramento das condições de vida dos carregalenses.
Não podemos esquecer que ao apelarmos por uma presença jovem e dedicada na Assembleia Municipal, teremos a esperança de alcançar esse propósito!

Queremos um presente e um futuro democrático, transparente e participado.
Queremos construir um presente e um futuro com todos e todas.
Queremos mais!

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub