ARS LUXURIANS – Música de Salão Portuguesa no século XVIII

por Rua Direita | 2015.09.03 - 11:05

 

 

Os Ars Luxurians, grupo de música antiga sedeado em Viseu, dará concerto no Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra) no dia 3 de setembro, às 22h. Inteiramente dedicado a música de compositores portugueses do séc. XVIII, o concerto focar-se-á nos Minuetos de Lisboa de Pedro António Avondano e em Modinhas para voz e cravo.

Notas de programa:

A par com as grandes produções operáticas de Davide Perez, Antonio Mazzoni ou do próprio Pedro António Avondano, compunha-se no Portugal setecentista uma enorme variedade de peças camerísticas, com o intuito de servirem pequenas salas aristocratas na capital. Avondano organizava saraus e bailes e a partir de 1766 criou um clube denominado “Assembleia das Nações Estrangeiras”, onde as várias comunidades se encontravam, dançavam e jogavam cartas duas vezes por semana. Ali foram promovidos os primeiros concertos públicos na cidade de Lisboa. Para este efeito, o compositor escreveu uma série de minuetos (danças típicas do barroco) destinadas a estas noites.

Para além das obras instrumentais, estas noites de convívio eram também preenchidas por momentos vocais. As cantatas estariam mais destinadas para o espaço religioso ou concertos formais em pequenas salas; em Portugal foi sendo criado um tipo de obra especificamente destinado à apresentação entre amigos e pequenos grupos: a modinha. Caracterizada pela sua curta duração e simplicidade harmónica e técnica, a modinha quase pode ser apresentada como “fado” setecentista (basta atentar nas letras e na própria linha melódica vocal).

 

LP

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub