António Borges –» PROPOSTAS PARA MAIOR PROXIMIDADE COM OS MILITANTES E OS CIDADÃOS

por Rua Direita | 2014.07.30 - 12:03

PROPOSTAS PARA MAIOR PROXIMIDADE COM OS MILITANTES E OS CIDADÃOS:

– Limitação de mandatos para todos os titulares de cargos políticos de eleição e nomeação, incluindo deputados; escolha directa pelos militantes dos eleitos a integrar as listas propostas pelo PS; adopção progressiva da consulta e voto electrónicos.

Camarada:

A relação de confiança que o PS deve estabelecer com os cidadãos passa por princípios que devem estar permanentemente consagrados na sua vida interna no distrito de Viseu. Desde logo pelo reconhecimento do esforço que todos necessitam de fazer de uma permanente aproximação aos cidadãos e de actuações transparentes dentro da melhor tradição da República.

O aumento muito relevante da abstenção em sucessivos actos eleitorais; o facto de a opinião pública registar mais e mais acontecimentos anómalos do funcionamento partidário; o crescente desinteresse na participação na vida interna por parte dos militantes do PS; o cada vez maior afastamento entre os cidadãos e a política, obriga a uma maior atenção para com a qualidade do sistema político e o seu funcionamento.

A apropriação dos cargos públicos, a instrumentalização de funções e o excesso de personalização dos lugares, ou mesmo a eternização da presença no mesmo desempenho político, para além do cansaço, contribui de modo significativo e muitas vezes de forma prolongada para o acomodamento e a ausência de novos estímulos na relação entre eleitos e eleitores.

A renovação política deve ser uma preocupação e um objectivo na Federação de Viseu. Uma maior abertura a novos protagonistas, e a consagração de que o exercício da escolha e do poder democráticos são exclusivos da soberania popular, deve encontrar correspondência em novos processos de escolha e decisão políticas.

Temos que estar próximos dos militantes e dos cidadãos, promover a participação e partilhar as decisões! Devemos aproximar os cidadãos da política e dos políticos!

Assim, propõe-se, para a melhoria da qualidade do funcionamento da democracia, dos critérios de escolha e do funcionamento interno da Federação de Viseu do PS, os seguintes princípios:

1. Limitação de mandatos para todos os titulares de cargos políticos de eleição e de nomeação politica, sem excepção, que deve estender-se , para além das já existentes, aos Deputados à Assembleia da República, administrações centrais e desconcentradas e sector empresarial do Estado.

2. Escolha directa pelos militantes dos eleitos a integrar as listas propostas pelo PS quaisquer que sejam as disputas eleitorais.

3. Adopção progressiva da consulta e voto electrónicos no sentido de reforçar a partilha da decisão e a transparência nas decisões democráticas.

4. Diminuição do número de deputados por círculo eleitoral para permitir mais proximidade, resultando no limite em círculos uninominais.

5. Governo das autarquias locaiscom executivos maioritários, eleição única para a câmara e assembleia municipais e diminuição dos membros dos órgãos executivos, no sentido de maior funcionalidade respeitandoa proporcionalidade e apresença das oposições nos órgãos autárquicos.

6. Adoptar o principio da representatividade de base para a constituição dos órgãos distritais do PS, garantindo que neles têm assento quem de facto emana da vontade expressa dos militantes, garantindo-se ainda a representação equilibrada de todas as estruturas concelhias e espaços territoriais, numa lógica de coesão, contrariando a ausência de ligação efectiva aos militantes e às comunidades locais.

A base de funcionamento do PS deve referenciar-se no aumento da identificação de incompatibilidades, na dedicação  dos políticos, na representatividade, na qualidade do desempenho e nos seus resultados.

Saudações socialistas com um abraço fraterno.

António Borges

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub