Viseu na BTL

por Carlos Cunha | 2016.01.28 - 09:40

 

 

O que têm em comum as Câmaras da Anadia, da Mealhada, de Ovar e de Viseu e também a Junta de Freguesia de S. Martinho do Porto?

À primeira vista podem não ter muito em comum, mas este ano há algo que certamente as une. Todas vão estar presentes na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre entre os dias 2 e 6 de março na FIL.

A BTL é o mais importante certame turístico nacional, daí que as principais entidades públicas e privadas nacionais ou internacionais, que operam no sector, aí pretendam ter representação. A BTL é uma montra do que melhor se faz em Portugal, constituindo uma excelente oportunidade para dar a conhecer um destino turístico e de efetuar negócio.

Viseu integra a Região de Turismo do Centro, entidade da qual fazem parte a Serra da Estrela e Municípios como os de Coimbra, Aveiro, Figueira da Foz ou Leiria, para citar apenas alguns.

Em 2015, a Região de Turismo do Centro foi eleita a melhor Região de Turismo Nacional, prémio atribuído pela Pulbituris Portugal Travel Awards, numa cerimónia que pode ser considerada como os Óscares nacionais do turismo.

Para conquistar este galardão, a Região de Turismo do Centro e o seu Presidente, Pedro Machado, tiveram de demonstrar muita competência, capacidade e empenho na arte de bem promover o turismo da região Centro dentro e fora das fronteiras nacionais.

Este ano, Almeida Henriques, numa decisão que tem tanto de pioneira como de inesperada, entendeu que a autarquia viseense deveria estar presente na BTL de modo autónomo, o que valeu a contestação do Presidente da Região de Turismo do Centro.

Quais as razões desta decisão? Quanto custará e que dividendos pretende o edil viseense colher desta cisão?

Já agora, o que andam a fazer os vereadores socialistas que nada dizem sobre esta matéria?

Carlos Cunha é militante do CDS-PP de Viseu e deputado na Assembleia Municipal. Licenciado em Português/Francês pela Escola Superior de Educação de Viseu concluiu, em 2002, a sua Pós Graduação em Educação Especial no pólo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa.

Pub