Viseu: a melhor cidade para se viver!

por José Chaves | 2018.12.17 - 16:54

Podíamos alegar com o princípio da legalidade. Também podíamos contrapor que a solidariedade é uma incumbência do Estado, desde logo prevista no artigo 1º da Constituição da República Portuguesa. Como também podíamos dizer que, nos termos da Lei Orgânica da PSP, esta instituição está ao serviço de todos e não só de alguns, que os interesses particulares são tratados, como sempre acontece por ocasião de qualquer desfile e/ou manifestação, seja de que caráter for, por diploma próprio, mas não vamos dizer nada disso…

O Sr. Presidente tendo a sua formação na área do direito, saberá disto melhor que ninguém!
Registamos a exceção com que nos brindou o Sr. Presidente da Câmara de Viseu.

É exatamente isso que não nos cansamos de dizer à tutela, incluindo quando o Sr. Presidente fazia parte do Governo, por isso e ao abrigo do princípio da igualdade, devemos ter as necessárias compensações por estes brindes…

É a vida sempre em risco, são as restrições de ordem política, são as restrições de ordem laboral, são as restrições de direitos laborais, é a permanente disponibilidade para o serviço, que nos leva por exemplo, a termos que estar todos no dia 21 de Dezembro no trabalho, porque alguém se lembrou que em Portugal também há coletes amarelos…

Mas como se isso não bastasse, é também o poder político a demonstrar toda a intolerância para connosco e a excecionar-nos…

Temos a convicção que quando o Sr. Presidente faz ecoar aos quatro ventos que Viseu é a melhor cidade para se viver, nunca se deve ter lembrado que isso deve-se – FUNDAMENTALMENTE – à segurança que é garantida por todos, provavelmente com a exceção da PSP.

A segurança é a principal incumbência do Estado, não há progresso, não há estabilidade, não há equilíbrio e bem-estar social sem segurança, mas ainda bem que a PSP de Viseu não entra nisto…
Também acreditamos que quando se publicita muito a solidariedade esta – provavelmente – deverá estar a servir para lavar alguma alma com problemas de consciência…

A solidariedade deve ser, tal como a caridade, feita de forma anónima e desinteressada – todo os dias os polícias de Viseu o fazem, indo muito além do que lhes é exigido em termos profissionais – só lhes falta colocarem posts no Facebook…

A ASPP/PSP de Viseu saúda assim o Senhor Presidente da Câmara, pela excecionalidade com que tratou os profissionais da PSP de Viseu, garantindo que, o que depender deste sindicato, tudo fará para que o senhor Presidente possa continuar a dizer em alto e bom som: Viseu é a melhor cidade para se viver!

 

Vice-presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP)

Pub