Sernancelhe exemplar

por Luís Ferreira | 2015.02.02 - 21:18

 

Este pequeno concelho, pai de Aquilino e da melhor castanha, há muito nos habituou com atividades culturais, sociais e económicas exemplares. Embora atingido pelas dificuldades que nublem o interior de Portugal, este município mantem-se lutador, apoiando e incentivando as inovações e investimento, sempre com vista na excelência.

Mais uma vez, e após o lançamento dos dados oficiais das distinções PME Excelência, Sernancelhe comprova o seu poder, domínio e atitude. Desta vez, oito empresas foram distinguidas pelo IAPMEI, fruto de resultados financeiros, volumes de negócios e rendibilidades de ativos. Entre mercados como o do comércio de bens alimentares, fabricação de mobiliário, comércio de intervenção de rochas, comércio no ramo dos supermercados ou recolha de resíduos não perigosos, foram distinguidas empresas como: A Frusantos, a Resur, as Frutas Cruzeiro, os Móveis Pais, a Incoveca, os Soutos da Vila, a Policorte e P e B – Supermercados. Mesmo com o pouco apoio nacional e europeu, estas organizações têm contribuído sobremaneira para a fixação das pessoas, criando trabalho em Sernancelhe. Um concelho exemplar e com objetivos bem definidos, capaz de fazer inveja a outros bem maiores e melhor posicionados.

Sernancelhe é nobre e distinto, com muito para oferecer. Se é investidor e empreendedor, porque não visita as condições que Sernancelhe lhe oferece? Se o Parque Empresarial de Ferreirim está lotado, em breve vai aparecer outro, na vila de Sernancelhe… Se é turista e gosta de cultura, porque não visita as várias rotas que Sernancelhe tem para oferecer: a rota aquiliniana, a rota dos centros históricos, a rota das esculturas, a rotas dos miradouros e tantas outras desde a música à tradição? Se gosta do ambiente tradicional, porque não visita Sernancelhe e prova as Cavacas de Freixinho, os Fálgaros da Tabosa do Carregal, ou o Azeite de Ferreirim? Se ao invés disso prefere a grandiosidade dos eventos culturais, porque não visita a Festa da Castanha, o Ser+Cultura, a Feira Aquiliniana ou, mais próximo, Festival de Sopas, com uma grande componente gastronómica e etnográfica? Visite Sernancelhe e descubra o resto que há para lhe oferecer, e prometo que ficará encantado! (E até aposto que o Professor Paulo Neto não se importa de ser testemunha e também o incentivará a vir…)

Sernancelhe mostra insistente e continuamente que o interior de Portugal nunca deixará de ser o coração do país. Sernancelhe é exemplar!

 

Luís Ferreira é natural de Ferreirim, Sernancelhe, tem 17 anos e é estudante de Economia.

Pub