Que Se Cumpra Portugal!

por Ana Cristina Mega | 2016.07.13 - 07:16

 

Portugal ganhou quase tudo o que havia para ganhar nos últimos dias em termos desportivos! É um país rico em massa muscular, habilidade física e boa estratégia de planificação de esforço e jogo. Cumpriu-se o sonho, somos Campeões Europeus! Não obstante o êxito desportivo Europeu, recordo que estamos à beira de sofrer sanções económicas dessa mesma Europa! Europa onde manda a Alemanha (que pode de estoirar a qualquer momento, juntamente com o Deütsche Bank), onde uma França que não cumpre passa ao lado de sanções económicas porque é….a França! É assim óbvio que somos grandes no desporto, mas infinitamente pequenos no campeonato político e económico na (des)União Europeia onde vivemos…

As nossas instituições estão a ruir, os bancos a falir, as empresas a afundar…e vai piorar se nada for feito de modo diferente. Malgrado meu, não vejo atletas nas “equipas” políticas com a igual capacidade dos nossos valorosos desportistas para inverter esta tendência perdedora…Continuo a ver, entre as diferentes bancadas, o “Campeonato da Responsabilidade é Tua e Não Minha”, o driblar, os foras de jogo, os tropeções, as faltas dignas de cartão vermelho…mas não vejo golos! Mas pior que isso, muito pior: não vejo a maioria dos portugueses indignados, irritados ou mesmo, inconformados com este mau desempenho, a pedir a cabeça dos treinadores ou a substituição dos jogadores… As selecções nacionais que nos têm governado nos últimos 20 a 25 anos não prestam! Não têm estratégia de jogo! Portugal e os portugueses merecem melhor! Infinitamente melhor!

Agora que despertámos para o orgulho nacional, é hora de acordar para a realidade do Portugal de gente excepcional, mas que também é excepcionalmente maltratada por estes jogadores e treinadores da política nacional que nos chutam para canto constantemente, sem quererem saber onde iremos bater, se com os costados na bancada ou no relvado destratado e seco do rectângulo a que chamamos País.

Cumpriu-se o Euro do Futebol! E sim, fui festejar ao Rossio! Mas já passaram 3 dias… Mas alenta-me vagamente, que a garra dum punhado de atletas ressuscite a lembrança em todos nós que Metade do Mundo já foi nosso e não usámos uma bola para isso…

Que se cumpra (urgentemente) Portugal!

Médica veterinária, docente na Escola Superior Agrária, ISPV

Pub