Os candidatos a deputados pelo PS Viseu

por PN | 2019.07.20 - 22:40

A fazer fé no resultado da reunião da passada 6ª feira, na associação comercial de Viseu, serão estes os putativos nomes a serem aprovados por Lisboa, excepção feita a João Azevedo, quota nacional, indicado pelo próprio secretário-geral, António Costa.

Um bom primeiro nome, de um aguerrido combatente com muitas vitórias eleitorais e com um desempenho notável nos lugares que tem ocupado, nomeadamente enquanto presidente da Câmara Municipal de Mangualde, com 3 vitórias averbadas, enquanto presidente do Conselho Regional do Centro, vice-presidente da CIM Dão Lafões, vice-presidente do Turismo do Centro de Portugal, membro do Comité das Regiões, em Bruxelas, etc.

João Azevedo não tem nada a provar deixando-nos a certeza, com a sua juventude e vitalidade de que será um bom deputado, um excelente defensor dos interesses do território que o elegeu.

Lúcia Silva vai bisar. Congratulamo-nos com isso. Menos nos congratulamos com o número 3, João Paulo Rebelo que foi deputado sem relevância e secretário de Estado sem qualquer destaque, mais tendo alguma popularidade pela negativa, que não pela positiva.

O sexto, António Manuel Rebelo Ferreira, de Lamego, é um promissor deputado que muito bem representará o Norte do distrito. Há muito o conhecemos, sendo um dos colaboradores profícuos da Rua Direita.

Marta Costa, a jovem presidente das Mulheres Socialistas do distrito de Viseu, ao aparecer atrás de Graça Mouta, 1ª secretária da Assembleia Municipal de Cinfães, gera alguma surpresa pois uma altura houve que se chegou a falar no seu nome para 2º lugar.

Susana Lemos, competente vereadora da CM de Moimenta da Beira, é uma interessante aposta, como também Lúcia Lopes, presidente da Junta de Freguesia de Germil, Penalva do Castelo, autarca com muita provada “garra”.

E ficamo-nos pelos 10 primeiros, sendo Rui Braguês, o ex-vereador da CM de Castro Daire, Ana Rita Alexandre, da concelhia de Viseu e o vereador da CM Viseu, Pedro Baila Antunes, três candidatos de mérito.

Se ao que se chegou a propalar, António Borges, o actual presidente da Federação queria o seu nome apontado pelo secretário-geral do partido, “tirou o cavalo da chuva”.

Evidentemente que e não sendo cabeça de lista, nunca aceitaria vir a seguir… até e porque o primeiro é nem mais nem menos do que o ex-presidente da Federação, João Azevedo que, e numa justa balança de mérito, em termos de CV político, deixa Borges na cauda do pelotão.

De estranhar a ausência de Marisabel Moutela, uma das apostas de Borges nas anteriores listas, agora delas afastada.

João Azevedo – Quota nacional 

Lúcia Silva – Viseu 

João Paulo Rebelo – Viseu 

José Rui Cruz – Santa Comba dão 

Graça Mouta – Cinfães

António Rebelo Ferreira – Lamego 

Marta Costa – Mulheres Socialistas 

Pedro Mouro – S. Pedro do Sul 

Susana Lemos – Moimenta da Beira 

Lúcia Lopes – Germil – Penalva do Castelo

Rui Braguês – Castro Daire 

Ana Rita Alexandre – Viseu

Baila Antunes – Viseu

……………………….

Paulo Neto

(Foto RD)