Imparidades e Imoralidades

por Carlos Cunha | 2019.02.20 - 20:30

 

 

Não há é confiança que aguente tanta injeção de capital no sistema bancário, que está cada vez mais parecido com alguma justiça: poderoso com os fracos e muito fraquinho com os fortes.

 

Passemos à explicação: cada vez mais o cidadão comum percebe que há processos ligados a banqueiros e políticos que se arrastam anos a fio nos tribunais e que estes lesaram o erário público em milhares de milhões. Porém, apesar de tudo, paira sobre estas proeminentes figuras uma absoluta impunidade.

Na Caixa passa-se exatamente o mesmo.

A D. Aurora, minha vizinha, que aufere mensalmente uma pensão pouco maior do que o ordenado mínimo, depois de quarenta e dois anos a trabalhar, tem hoje de pagar, mensalmente, os custos de manutenção da sua conta corrente, sendo-lhe descontados todos os meses 3,00€, depois de reclamação e de ter domiciliado o pagamento da água e da luz.

Como ela haverá milhares de outros casos semelhantes, a quem Paulo Macedo recorreu na hora de recapitalizar a Caixa.

No entanto, quando a D. Aurora, hoje senhora dos seus 68 anos, teve, há vinte anos atrás, um cancro de mama e esteve quase dois anos de baixa, com um filho a estudar no ensino superior e já sem pai, e ficou com o ordenado reduzido por força da baixa médica, e as contas de sempre para pagar, mais os medicamentos e os tratamentos, foi um irmão que lhe valeu e a ajudou no pagamento da prestação mensal do pequeno T2 onde vivia e que comprou com o esforço de uma vida de trabalho.

É, por isso, que ela hoje não se conforma quando ouve falar que aqueles “grandes senhores da alta“, que pediram um infindável número de milhões de euros, não têm hoje como os pagar e nada lhes acontece para além de se decretarem falidos.

Carlos Cunha é militante do CDS-PP de Viseu e deputado na Assembleia Municipal. Licenciado em Português/Francês pela Escola Superior de Educação de Viseu concluiu, em 2002, a sua Pós Graduação em Educação Especial no pólo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa.

Pub