Errei Rui, Parabéns Vitória, Parabéns SLB!

por José Carreira | 2016.05.16 - 08:41

Quando começou o campeonato não acreditei que Rui Vitória fosse capaz de conduzir o Benfica à conquista do 35.º título de campeão nacional.

Não conhecia bem as competências do mister, mas, acima de tudo, considerei que a herança de Jorge Jesus seria demasiadamente pesada para um novo treinador, sem experiência de grande clube.

Errei Rui, presto-lhe a minha homenagem e dou-lhe os parabéns pelo trabalho desenvolvido ao longo de uma longa época em que foi capaz de encontrar soluções para as lesões de jogadores importantes como Luisão, Salvio, Fejsa, Nelson Semedo, Júlio César…

Foi também competente no lançamento de jovens da formação que mostraram competência e um enorme potencial. Boa sorte para o Renato no Bayern, uma verdadeira revelação que cintilou no meio campo encarnado e que contribui muito para o equilíbrio da equipa. Na baliza surgiu também um jovem com mãos de ferro: Ederson. No centro da defesa, um central que congelou os atacantes adversários: Lindelöf.

A capacidade de mesclar a juventude e a experiência terá sido um dos principais méritos de Rui Vitória. A experiência do super-goleador Jonas foi determinante para a construção de um ataque avassalador, fazendo dupla com Mitroglou e Jiménez…

Outra das suas mais-valias foi, sem dúvida alguma, a inversão do discurso do “eu”, protagonizado pelo seu antecessor, e a adopção de um “nós”: jogadores, adeptos, equipa técnica, dirigentes, estrutura…

Luís Filipe Vieira, certo das suas opções, apoiou sempre, mesmo quando poucos lhe davam crédito, o treinador e deu um voto de confiança inequívoco aos seus jogadores.

IMG_3762

Os jogadores uniram-se e conseguiram fazer, em determinados momentos, das fraquezas as suas forças. Foram guerreiros quando foi necessário músculo e verdadeiros artistas em muitos dos jogos em que explanaram um futebol de qualidade em que evidenciaram todas as suas capacidades técnicas.

A humildade e o espírito de equipa foram as chaves do sucesso do Benfica que conquistou, meritoriamente, o trigésimo quinto campeonato.

Ao longo deste texto, destaquei alguns jogadores, mas todos eles são uns verdadeiros campeões, os meus parabéns a todos e a cada um dos craques que representaram o meu clube, o Glorioso Benfica.

PARABÉNS SLB!!!